O calvário de Pedrinho, o craque das pernas frágeis

Prejudicado por um carrinho violento no início da carreira, o meia Pedrinho conseguiu ter bons momentos por Vasco e Palmeiras, mas foi acompanhado de perto por lesões e questionamentos até a sua aposentadoria.

Continue lendo “O calvário de Pedrinho, o craque das pernas frágeis”

Jorge Mendonça: Quando o gênio se perde em sua humanidade

O talento arrasador fez de Jorge Mendonça um fenômeno no futebol brasileiro dos anos 1970. Os dribles e os gols o colocaram no mesmo nível de grandes craques da época. Mas Jorge teve um fim solitário e triste, diferentemente de outras estrelas.

Continue lendo “Jorge Mendonça: Quando o gênio se perde em sua humanidade”

Brasileiraço: Chuva de gols e nuvem de fumaça

Foto: GloboEsporte.com
Foto: GloboEsporte.com

Rodada do Brasileirão foi marcada por partidas movimentadas e por um polêmico sinalizador no Couto Pereira em Coritiba x Palmeiras. Na Série B, Vasco volta a abrir vantagem na liderança. Confira os destaques desta semana nas duas primeiras divisões.

Continue lendo “Brasileiraço: Chuva de gols e nuvem de fumaça”

Brasileiraço: Só faltava o centroavante, agora já não falta mais

Foto: Lancepress

Vasco vence mais uma, chega a 34 partidas sem perder e se isola ainda mais na liderança da Série B. Noite fria em Santa Catarina marcou o retorno triunfal de Leandrão ao papel de goleador. Atacante fez os dois gols cruzmaltinos contra o Joinville.

Continue lendo “Brasileiraço: Só faltava o centroavante, agora já não falta mais”

Brasileiraço: Um domingo de arte e cagadas da arbitragem

Robinho x Sport
Foto: GloboEsporte.com

Em rodada repleta de golaços, especialmente nos jogos do domingo, a arbitragem voltou a estar em foco por atuações desastrosas. Torcedores do Sport e do Palmeiras reclamaram (com razão) da intervenção dos homens do apito na Série A. Destacamos também o que de melhor aconteceu nas Séries B e C do Brasileiro.

Continue lendo “Brasileiraço: Um domingo de arte e cagadas da arbitragem”

Brasileiraço: Verde é sinônimo de gols na quinta rodada

CAMPEONATO BRASILEIRO 2016: PALMEIRAS X FLUMINENSE

Quinta rodada do Brasileirão não teve tantos bons jogos e os placares ficaram devendo. Mas os representantes alviverdes na Série A fugiram do script com resultados malucos. Chapecoense e Palmeiras brilharam em seus confrontos.

Continue lendo “Brasileiraço: Verde é sinônimo de gols na quinta rodada”

Brasileiraço: O negócio do Grêmio é jogar bola

Grêmio GE

Novo líder, Grêmio chega a terceira vitória na competição e traz a seriedade como principal arma para manter o favoritismo. Internacional e Corinthians também se aplicaram e G4 mudou bastante na rodada da Série A. Já na B, o Vasco segue imparável.

Continue lendo “Brasileiraço: O negócio do Grêmio é jogar bola”

Brasileiraço: O indefectível Santa Cruz de Grafite

Grafite

Santa Cruz brilha novamente na rodada e goleia o Cruzeiro no Arruda. Grafite toma para si a responsabilidade de marcar os gols do Santinha e chega ao seu sexto tento na competição, em apenas três partidas. Na Série B, Vascão segue 100% na parada.

Continue lendo “Brasileiraço: O indefectível Santa Cruz de Grafite”

Brasileiraço: A delícia da imprevisibilidade

Vasco Luan

Esqueça os seus palpites óbvios para o Brasileirão. Este ano promete ser imprevisível no futebol nacional. Pelo menos do que pudemos ver nas primeiras rodadas das três principais divisões, não há nenhum bicho papão além do Vasco. Panorama do Brasileirão da Série A até a C é o ponto de largada da nossa coluna do “Brasileiraço”.

Continue lendo “Brasileiraço: A delícia da imprevisibilidade”

Quando o futebol consagrou o carisma de Zé do Carmo

Foto: Memórias do Santa Cruz
Sorridente, Zé do Carmo é o capitão do Santa Cruz em 1985 /Foto: Memórias do Santa Cruz

Tetracampeão pernambucano pelo Santa Cruz, campeão carioca e brasileiro pelo Vasco, com passagem pelo futebol português e certamente muito carisma. Este é o currículo de Zé do Carmo, um volante diferenciado que foi parar na Seleção Brasileira e tem muita história para contar.

Continue lendo “Quando o futebol consagrou o carisma de Zé do Carmo”