Mendieta, o rosto de uma geração frustrada na Espanha

Cheia de moral, a Espanha chegou às quartas de final da Copa do Mundo de 2002 e nutria grandes sonhos para o fim do torneio, sediado na Coreia do Sul e no Japão. Mendieta era um dos mais regulares da Fúria e seu talento era reconhecível em apenas alguns toques. No entanto, o destino foi um pouco cruel com a carreira do meia basco.

Continue lendo “Mendieta, o rosto de uma geração frustrada na Espanha”

[Yahoo] Diego Alves faz história e lidera estatística de defesa de pênaltis

diego-alves-valencia

Com uma média impressionante de defesas de pênalti, o goleiro Diego Alves alcança a ponta da lista dos grandes vilões de atacantes na marca da cal. O brasileiro chegou ao 22º pênalti defendido na carreira, em 45 possíveis, somando 49% de aproveitamento. Já é possível coloca-lo entre os grandes neste quesito?

Leia no Yahoo >>>>

O dia em que Mario Kempes ganhou a Copa do Rei para o Valencia

Foto: Marca
Foto: Marca

Menos de um ano depois de ganhar a Copa do Mundo pela Argentina em Buenos Aires, o craque Mario Kempes foi campeão da Copa do Rei pelo Valencia. Em 1979, o atacante marcou os dois gols dos Che em uma decisão histórica contra o Real Madrid, no estádio Vicente Calderón.

Continue lendo “O dia em que Mario Kempes ganhou a Copa do Rei para o Valencia”

A derrota que selou a despedida de Liam Brady no Arsenal

Foto: Daily Mail
Foto: Daily Mail

O irlandês Liam Brady jogou por sete anos no Arsenal e apesar da sua capacidade de resolver partidas, o meia saiu com apenas um título no currículo. Antes de partir para a Itália, em 1980, para jogar na Juventus, o camisa 7 dos Gunners teve a chance de conquistar um troféu internacional, mas o seu time acabou derrotado pelo Valencia.

Continue lendo “A derrota que selou a despedida de Liam Brady no Arsenal”

Oleg Salenko, o maior one-hit-wonder do mundo

Foto: ESPN
Foto: ESPN

Toda vez que o nome Oleg Salenko vem à tona, é fácil associar com a lembrança da Copa de 1994. Nela, o russo se consagrou fazendo cinco gols em uma só partida, contra Camarões. A Rússia caiu ainda na primeira fase, mas a atuação serviu para que o camisa 9 fosse colocado na história como o recordista de gols em uma mesma partida, além de ter sido artilheiro ao lado de Hristo Stoichkov daquela competição. E é mais ou menos nisso que se resume a sua carreira de 14 anos.

Continue lendo “Oleg Salenko, o maior one-hit-wonder do mundo”

Como Viola, Romário e Marcelinho viveram fases ruins pelo Valencia

Figurinha montagem valencia

Em algum momento dos anos 1990, o Valencia pôde contar com alguns nomes de peso do futebol brasileiro em seu elenco. Por mais que a década tenha sido dominada por Real Madrid, Barcelona e Atlético, os Che tiveram a chance de ver Viola, Romário e Marcelinho Carioca vestindo a sua camisa.

Continue lendo “Como Viola, Romário e Marcelinho viveram fases ruins pelo Valencia”