Vices que amamos: A Itália mutante de 1994

Depois do terceiro lugar no Mundial de 1990 como anfitriã, a Itália continuou forte e brigou pela taça na edição de 1994, nos Estados Unidos. O timaço de Arrigo Sacchi sofreu com o forte calor norte-americano e fez um jogo histórico antes de sucumbir novamente diante do Brasil em uma final.

Continue lendo “Vices que amamos: A Itália mutante de 1994”

Bateu pra fora! Um time apenas com atletas marcados por pênaltis

Esses caras podem até ter sido muito bons durante a carreira. Mas na hora de definir uma partida na marca do pênalti, caíram em desgraça e ficaram marcados para sempre. Separamos um time completo com eles, mas sem aquela crueldade de resumir tudo o que eles fizeram em um pênalti perdido.

Continue lendo “Bateu pra fora! Um time apenas com atletas marcados por pênaltis”

O último Roberto Baggio: Os anos de Brescia

O rabo de cavalo mais famoso do mundo completa 50 anos neste sábado. Para comemorar, relembramos o seu icônico fim de carreira com a camisa do Brescia, onde foi ídolo e contracenou com outros craques de seu tempo. Roberto Baggio escreveu o fim de sua história com muita competência.

Continue lendo “O último Roberto Baggio: Os anos de Brescia”

Como explicar a grande rivalidade entre Fiorentina e Juventus

Mais do que o Torino representou nas últimas décadas, a Fiorentina tem sido a grande força que rivaliza com a Juventus. Mesmo não sendo da mesma cidade, a equipe violeta e sua torcida possuem motivos de sobra para detestar tudo o que veste alvinegro na Itália. Para esquentar o clima do clássico de domingo, relembramos alguns episódios desta rivalidade.

Continue lendo “Como explicar a grande rivalidade entre Fiorentina e Juventus”

O primeiro título da fase dourada do Parma

parma-1992

Título da Copa da Itália em cima da Juventus foi o primeiro título de uma era gloriosa para os crociati. Sucesso durou pouco, mas foi marcante em solo italiano e sobretudo na Europa, com dois títulos da Copa Uefa.

Continue lendo “O primeiro título da fase dourada do Parma”

Musica para craque, a playlist definitiva

Maradona

Segunda edição da nossa playlist reúne apenas hits que homenageiam craques do futebol mundial. Valem todos os estilos possíveis, desde que tragam o nome do jogador no título da faixa. Separe seus fones de ouvido.

Continue lendo “Musica para craque, a playlist definitiva”

A volta por cima que fez de Baggio um fenômeno mundial

Roby em seus tempos de Vicenza / Foto: VK
Roby em seus tempos de Vicenza / Foto: VK

Para quem via o menino de apenas 15 anos aparecer como profissional pelo Vicenza, na Serie C italiana em 1983, mal imaginava que ele seria um dos grandes nomes e referências do futebol italiano. Mas para que o jovem Roberto se tornasse uma realidade, ele teve de sofrer e dar a volta por cima para encontrar a fama.

Continue lendo “A volta por cima que fez de Baggio um fenômeno mundial”

Como Del Piero conquistou o coração do velho Agnelli e da torcida da Juventus

Foto: Old School Panini
Foto: Old School Panini

Em 1991, surgia pelo Padova um atacante que iria deixar seu nome nos livros de recorde da Juventus. Baixinho, tímido e carismático, com sorriso fácil, Alessandro Del Piero foi subindo das equipes juvenis até estrear pela Serie B, com apenas 16 anos. Antes disso, a vida não tinha sido muito gentil com ele.

Continue lendo “Como Del Piero conquistou o coração do velho Agnelli e da torcida da Juventus”

Sexta das Camisas: Roberto Baggio nos mostra algumas peças de sua coleção

Existe um célebre colecionador de camisas que merece toda a nossa atenção neste especial aqui do site. É Roberto Baggio, craque italiano e ícone dos anos 1990. Este texto é um pedaço das memórias e da admirável coleção de Roby. Cada camisa tem uma história, contada pelo próprio na série de documentários sobre sua vida, ‘Io che sarò Roberto Baggio’.

Continue lendo “Sexta das Camisas: Roberto Baggio nos mostra algumas peças de sua coleção”

Os onze maiores jogadores grisalhos

Em campo, Roberto Bettega, 27 anos, cabelos grisalhos, relativamente alto, é mais ou menos isso. É o experiente jogador matreiro, ou jogador de sinuca fazendo-se de bobo, sempre à procura de um pato. (Revista Placar, em 1978, ed. 426, sobre os fios grisalhos na cabeça do italiano Bettega)

Continue lendo “Os onze maiores jogadores grisalhos”