Vázquez por Hagi: A troca que projetou o craque romeno no Real Madrid

Gheorghe Hagi chegou ao Real Madrid em 1990 como uma grande aposta da diretoria. Vindo de grandes momentos pelo Steaua Bucareste, o meia chegou para ser um substituto de Martín Vázquez no clube merengue. O Real perdia um ídolo, mas lançava um craque para o estrelato.

Continue lendo “Vázquez por Hagi: A troca que projetou o craque romeno no Real Madrid”

A paixão pelo futebol romeno que virou documentário

port2

João Vítor Roberge viajou até a Romênia para fazer o seu TCC, com um tema curioso: a batalha pelos direitos do Universitatea Craiova, tradicional equipe romena que se perdeu no início dos anos 2000. Nesse intervalo, João entrevistou Gheorghe Hagi, ídolo mundial.

Continue lendo “A paixão pelo futebol romeno que virou documentário”

O dramático Barcelona que levou três títulos seguidos na última rodada

Foto: Barcelona
Foto: Barcelona

Vacilos de Real Madrid e Deportivo La Coruña deram a taça ao Barcelona na última rodada em três oportunidades durante a década de 1990. Capacidade de vencer o título na última hora elevou o status do Dream Team de Johan Cruyff.

Continue lendo “O dramático Barcelona que levou três títulos seguidos na última rodada”

Quando Hagi foi rebaixado e devolveu o Brescia à elite italiana

Foto: Old School Panini
Foto: Old School Panini

Gheorghe Hagi já era um jogador de prestígio internacional quando deixou o Real Madrid em 1992 para assinar com o Brescia. O romeno decepcionou com a camisa madridista, mas provou que tinha estofo para ser ídolo ao jogar na Itália. Em duas temporadas atípicas pela equipe da Lombardia, Gica conquistou muito respeito até 1994.

Continue lendo “Quando Hagi foi rebaixado e devolveu o Brescia à elite italiana”

Como Hagi virou ídolo e comandante do Galatasaray

Foi algo especial para todos que estavam no Galatasaray naquele tempo. Que acreditaram que podíamos vencer o Arsenal e ganhar a taça? Eu joguei bem, apesar de ter sido expulso. Mesmo depois de tantos anos, não penso que merecia ter levado um cartão vermelho, mas aquilo de forma alguma se sobrepôs a como foi maravilhoso um time turco vencer pela primeira vez um torneio europeu. Essas memórias e o carinho da torcida vão ficar comigo para sempre. (Gheorghe Hagi, sobre o título da Copa Uefa, em 2000)

Continue lendo “Como Hagi virou ídolo e comandante do Galatasaray”

Videoteca TF na Copa: Romênia x Colômbia, 1994

A estreia de duas seleções versáteis como Romênia e Colômbia foi diferente do que o planeta todo esperava na partida inaugural do grupo A da Copa do Mundo de 1994. De um lado, a irreverência colombiana. Do outro, o estilo ofensivo romeno. Duas escolas distintas, porém igualmente encantadoras. No Rose Bowl, em Pasadena, uma das grandes atuações individuais de um jogador. Mas só vendo a partida na íntegra é que você vai descobrir quem brilhou naquele dia.

Continue lendo “Videoteca TF na Copa: Romênia x Colômbia, 1994”

Isso é Copa: O dia em que a Romênia descoloriu seus cabelos

Quatro anos haviam se passado desde que a Romênia quase chocou o mundo ao ir longe na Copa de 1994. O encanto cigano já não era o mesmo, a geração envelheceu, mas o espírito irreverente permaneceu no torneio da França, em 1998. Durante a primeira fase, os romenos ousaram e entraram em campo todos de cabelos tingidos de loiro. A razão? Nunca ficou clara…

Continue lendo “Isso é Copa: O dia em que a Romênia descoloriu seus cabelos”