Bateu pra fora! Um time apenas com atletas marcados por pênaltis

Esses caras podem até ter sido muito bons durante a carreira. Mas na hora de definir uma partida na marca do pênalti, caíram em desgraça e ficaram marcados para sempre. Separamos um time completo com eles, mas sem aquela crueldade de resumir tudo o que eles fizeram em um pênalti perdido.

Continue lendo “Bateu pra fora! Um time apenas com atletas marcados por pênaltis”

Hipóteses cabeludas sobre a fatídica final da Copa do Mundo 1998

ATENÇÃO: ESTE É UM TEXTO FICCIONAL. Os eventos descritos neste post não refletem e nem se propõem a refletir a realidade dos acontecimentos de 12 de julho de 1998. São cinco hipóteses bizarras que podem ajudar (ou não) a entender o mistério em torno da derrota que marcou uma geração.

Continue lendo “Hipóteses cabeludas sobre a fatídica final da Copa do Mundo 1998”

As coincidências entre os heróis da Fórmula 1 e do futebol

Schumacher em amistoso beneficente em 2003 / Foto: F1Fanatic
Schumacher em amistoso beneficente em 2003 / Foto: F1Fanatic

Por Felipe Portes e Lílian Trigo

Bem amigos, chegou aquela época do ano em que deixamos de lado as chuteiras e ficamos de olho na bandeira quadriculada. Não só o futebol tem craques, atrás do volante existem pilotos que são puro carisma.

Continue lendo “As coincidências entre os heróis da Fórmula 1 e do futebol”

Seis graus de separação: De Gatãozinho a Dennis Bergkamp

E tudo começou por causa de Kevin Bacon Foto: Huffington Post
E tudo começou por causa de Kevin Bacon. Foto: Huffington Post

O mundo da bola é pequeno demais. Quando você acha que um jogador não tem absolutamente nada a ver com o outro, vem alguém e te prova que eles se conhecem ou atuaram juntos em algum jogo perdido nos livros de registro. Se em ‘Quadrilha‘, o famoso poema de Drummond, João e Teresa dão o pontapé inicial a um dominó de pessoas até que um tal de J. Pinto Fernandes surge do nada, aqui nós não teremos de usar um plot twist engraçado para acabar a história. Mas vamos logo à explicação, antes que vocês fiquem ainda mais confusos.

Continue lendo “Seis graus de separação: De Gatãozinho a Dennis Bergkamp”

Os seis atos de Edmundo como ídolo e carrasco do Palmeiras

O Animal ‘puniu’ o Palmeiras várias vezes depois de sua saída turbulenta em 1995, mas nunca perdeu o respeito dos torcedores.

Talvez as pessoas que comandem o Palmeiras ignorem um pouco os ídolos, a história, as pessoas que fizeram pelo clube. Independentemente das pessoas que estão à frente do Palmeiras me valorizarem ou não, nunca vou deixar de gostar do Palmeiras. É tudo para mim. O Vasco é minha mãe e o Palmeiras, a minha mulher, que eu aprendi a amar depois de adulto. (Edmundo, em entrevista ao GloboEsporte.com, sobre a sua passagem pelo Palmeiras)

Continue lendo “Os seis atos de Edmundo como ídolo e carrasco do Palmeiras”

Times memoráveis do Brasileirão: 1997, o Vasco de Edmundo

Quase cem mil vascaínos soltavam a voz e comemoravam o terceiro campeonato brasileiro, o primeiro na década de 90. Tendo Edmundo, o Animal, como MC (mestre de cerimônia) da equipe, o time de São Januário, tendo a vantagem do empate por ter tido melhor campanha do que o adversário, não ficou só encolhido atrás e buscou a vitória para homenagear a enorme torcida que compareceu confiante ao maior do mundo. (Alexandre Mesquita, do Netvasco, sobre o título brasileiro de 1997 do Vasco)

Continue lendo “Times memoráveis do Brasileirão: 1997, o Vasco de Edmundo”

Os clássicos brasileiros voltaram aos anos 90: isso é bom ou ruim?

Não vou falar a palavra que ele usou, mas está aí um presentinho para ele. Ele é um cara que se sente incomodado, que não sabe jogar contra um defensor como eu, que marca em cima, marca forte. Aí ele sempre se perde. (Rodrigo, defensor do Vasco, sobre Fred, o reclamão)

Continue lendo “Os clássicos brasileiros voltaram aos anos 90: isso é bom ou ruim?”

Dez contratações inesquecíveis de craques por clubes rivais

Foi um erro, uma infelicidade. Não era o momento. Tenho uma identidade muito forte com a torcida palmeirense. Não desrespeito o Corinthians, não tem como voltar atrás, mas a paixão que eu tenho pela torcida do Palmeiras é imensa. Foram três títulos inéditos que conquistei aqui e vou levar isso para o resto da minha vida. (Paulo Nunes, sobre a sua malfadada passagem pelo Corinthians em 2001)

Continue lendo “Dez contratações inesquecíveis de craques por clubes rivais”