Bilic, o zagueiro do rock

Despojado, imponente, técnico e chefe da cozinha croata: este é Slaven Bilic, o maior zagueiro que já jogou com a camisa axadrezada da Croácia. Unindo a sua boa estatura com um excelente posicionamento e comando da grande área, Bilic foi o paredão por trás da boa campanha no Mundial de 1998, na França, quando os eslavos foram até a semifinal, perdendo para os donos da casa.Bilic foi o xerifão da Croácia que explodiu na Copa de 1998 e quase aprontou a maior zebra da história dos Mundiais; beque era um legítimo roqueiro fora das quatro linhas. Continue lendo “Bilic, o zagueiro do rock”

Conti, o filho de Nettuno

Conti era a principal prata da casa da Roma na década de 1980, quando a equipe giallorossa duelou entre os grandes italianos. Ponta esquerda dos mais elétricos, Bruno Conti foi um dos pilares da era mais gloriosa da história da Roma, que entre 1980 e 1991 venceu uma Serie A e cinco Coppa Italia. Nascido em Nettuno, nas adjacências da capital, foi símbolo de uma geração quase toda revelada no Olímpico. Rápido, habilidoso e letal, encantava até mesmo os seus rivais com o seu estilo arrojado de jogo. Continue lendo “Conti, o filho de Nettuno”

Bradford City: Uma taça, incêndio e falência

Zebra, Bradford City chega para disputar a final da Copa da Liga Inglesa com o Swansea e tem algumas boas histórias para contar; entre elas incêndio no seu estádio e pedido de falência na década passada. Continue lendo “Bradford City: Uma taça, incêndio e falência”