Resolvendo problemas com as próprias mãos

Ao levantar da cama naquele domingo, Jorgete não imaginava que passaria por um drama comum na vida de muita gente: ter de resolver seus problemas sozinho. O meia esquerda do Empada Futebol Clube, time acanhado que joga o Varzeano de Embu, em São Paulo, saiu de seu quarto, tomou uma ducha e se aprontou para o dia de jogo. Continue lendo “Resolvendo problemas com as próprias mãos”

Há 20 anos, Kostadinov era o carrasco dos franceses

Se você pensa que a vida da França nas últimas Eliminatórias para a Copa tem sido difícil, deveria lembrar de 1993, quando Les Bleus ficaram de fora do Mundial dos EUA com um gol aos 44 do segundo tempo. Continue lendo “Há 20 anos, Kostadinov era o carrasco dos franceses”

Crianças, em 2013… Parte II

Quero acreditar que toda essa mobilização de jogadores no Brasileirão tenha mesmo efeitos práticos no futuro. Que a CBF mexa na forma como rege nossos campeonatos ou que dê lugar a um órgão mais responsável e transparente. (Leia o texto do link antes de prosseguir) Há tempos nós pedimos que o bom senso volte a ser tendência, não um ato heróico. Talvez tenha chegado a hora de ver essa mudança. Continue lendo “Crianças, em 2013… Parte II”

A promessa não cumprida da Pérola Negra

Laurie Cunningham foi um dos mais talentosos jogadores ingleses a ser praticamente esquecido em convocações para a seleção. Revelado pelo West Brom, Laurie quebrou uma série de barreiras durante seu tempo de jogador, mas colecionou histórias trágicas até a sua morte em 1989. Continue lendo “A promessa não cumprida da Pérola Negra”

A grande romada da história do Leverkusen

É complicado imaginar que o Bayern perca a vantagem adquirida na Bundesliga e que caia cedo na defesa do título da Liga dos Campeões. Em 2001-02, quando os bávaros ainda comemoravam o caneco europeu e a salva de prata da Bundesliga, quem roubou a cena foi o Leverkusen, que protagonizou a maior romada do futebol europeu deste século. Continue lendo “A grande romada da história do Leverkusen”

Sandro e o legado dos Mazzola

Quando Sandro Mazzola estreou pela Inter, único time que defendeu durante 17 anos de carreira, a primeira partida poderia sugerir que ele teria temporadas trágicas. Ao se aposentar, o herdeiro de Valentino Mazzola conquistou a idolatria da torcida interista.
Se Sandro tivesse seguido o caminho do pai Valentino e do irmão mais novo Ferruccio, provavelmente teria moldado sua fama como jogador do Torino. Com seis anos de idade, já morando com a mãe, perdeu o pai na tragédia de Superga, onde 18 atletas do Toro perderam a vida. O avião que trazia o time italiano de volta após um amistoso com o Benfica se chocou com a Torre de Superga e vitimou mais um grupo de jornalistas que acompanhavam a equipe. Continue lendo “Sandro e o legado dos Mazzola”

O duelo de dois ícones nacionais na Copa UEFA de 79

Em 1979, a final da Copa UEFA colocou dois ídolos de Sérvia e Dinamarca frente a frente no duelo entre Borussia M´gladbach e Estrela Vermelha: Petrovic e Simonsen lideraram os seus times em busca do título europeu. Continue lendo “O duelo de dois ícones nacionais na Copa UEFA de 79”