33 coisas que você não sabe sobre De Rossi

daniele de rossi piubellotragliazzurri12

Daniele De Rossi nasceu em 1983, ano do segundo scudetto da Roma. Em 2001, ainda não tinha sido oficialmente promovido por Fabio Capello para a equipe principal, quando Francesco Totti conduziu a Roma à conquista do terceiro campeonato. Ganhou uma Copa do Mundo, uma Euro Sub-21 e uma medalha olímpica, mas trocaria tudo pela possibilidade de dar à Roma sua quarta conquista nacional. Hoje, o Capitão Futuro – apelido que ele odeia – faz 33 anos, 20 deles dedicados à sua Roma. Nós desejamos que este ano ele realize aquele sonho que nunca escondeu de ninguém. Tanti auguri, Daniè!

Continue lendo “33 coisas que você não sabe sobre De Rossi”

Os maiores argentinos da história da Juventus

317CCB8700000578-3461012-Argentine_talent_Dybala_grabs_the_ball_as_he_celebrates_his_seco-a-4_1456309061377

Investindo pesado para vencer a Liga dos Campeões, a Juventus não está pra brincadeira. O diretor esportivo Giuseppe Marotta mostrou que entende mesmo de mercado e fez ótimos negócios trazendo Pjanic, Dani Alves e Benatia gastando, até o momento, apenas 35 milhões de euros.

Continue lendo “Os maiores argentinos da história da Juventus”

A realeza sangue verde da Escócia

andymurray_0

Andy Murray não pode reclamar de 2016. Nos primeiros 6 meses do ano, colecionou vitórias em todos os setores: tornou-se pai, o primeiro escocês a conquistar duas vezes Wimbledon e viu o Hibernian ganhar a Copa da Escócia depois de 114 anos. O amor pelo Hibs é hereditário e por pouco Murray não se tornou craque em outro tipo de gramado.

Continue lendo “A realeza sangue verde da Escócia”

Pequenas coisas que resultaram na grande noite azzurra em Berlim

Italy-France-2006

Há 3.653 dias, a seleção italiana realizava o sonho do tetracampeonato, acalentado por 24 anos. A Azzurra tinha saído de casa desacreditada, mergulhada em escândalos e com a obrigação de provar muito para si mesma. Marcello Lippi conseguiu transformar um grupo de jogadores em um bando de irmãos, que juntos fizeram história e escreveram mais um capítulo dessa fábula chamada futebol.

Continue lendo “Pequenas coisas que resultaram na grande noite azzurra em Berlim”

Guia musical da Euro 2016: Gales x Portugal

Wales-fans-are-seen-prior-to-kickoff

No canto direito, Portugal, que atravessou o Atlântico procurando as Américas e acabou descobrindo o Brasil. No canto oposto, os galeses, povo maluco que deu muito trabalho para os romanos. Mais importante que o duelo entre Cristiano Ronaldo e Gareth Bale é saber se você prefere um pastelzinho de Belém ou um belo terno Príncipe de Gales.

Continue lendo “Guia musical da Euro 2016: Gales x Portugal”

Pequeno guia cinematográfico da Copa América, última parte

lucretia-martel

A Copa América acabou, com pênaltis perdidos e lágrimas. Chegamos ao fim do nosso pequeno guia com alguns Oscars e o melhor do cinema latino americano. Mas temos também o semi amador cinema panamenho e o interessante cinema boliviano, que ainda tem que comer muita Carimañola e muito Chairo para alcançar os peso pesados da América, mas estão no caminho certo.
Continue lendo “Pequeno guia cinematográfico da Copa América, última parte”

Guia musical da Euro 2016: França x Islândia

tb32c273

No quesito grito de guerra, não tem pra ninguém, a Islândia ganha de lavada. Os vikings mais uma vez querem chegar a Paris e, no fundinho, todos nós estamos torcendo por eles. Mas sabemos que é muita falta de educação tocar o terror na casa dos outros, ainda mais quando o anfitrião recebe com queijo brie, champanhe, pain perdu, bife bourguignon e crème brûlée…

Continue lendo “Guia musical da Euro 2016: França x Islândia”

O outro Ragnar herdeiro de Odin

2594

Ragnar Sigurðsson entoou o o coro viking junto com os companheiros e calou a torcida inglesa, assim como fez, durante os séculos VIII e IX,  o rei que lhe empresta o nome. Foi do camisa 6 da Islândia o primeiro gol – e o primeiro prego no caixão da Inglaterra – que levou sua seleção onde nenhum outro tinha levado. As semelhanças entre os dois Ragnars não termina aí. Os dois, descendentes de Odin, parecem bafejados pelos deuses e destinados a grandes feitos.

Continue lendo “O outro Ragnar herdeiro de Odin”

A primeira adolescência de Gigi Buffon

Buffon

Como tantos outros jogadores de futebol, Gianluigi Buffon não teve direito a uma adolescência normal. Começou a carreira no Parma em 1991, aos 13 anos e, 2 anos depois, foi convocado pela primeira vez para a seleção. Com 17 anos, já veterano na Squadra Azzurra, foi promovido a goleiro principal do Parma. Em 2001, chegou à Juventus, e imediatamente virou o camisa 1. Hoje, 19 anos depois, Buffon coleciona títulos e continua batendo recordes.

Continue lendo “A primeira adolescência de Gigi Buffon”

28 craques que nunca ganharam a Eurocopa

baggior1wh0

Zlatan Ibrahimovic pendurou a camisa sem nunca ter conquistado nada pela seleção sueca. O talento de Ibra está acima de qualquer suspeita, mas ele faz parte de uma longa lista de craques que nunca venceram a Eurocopa. Muitos deles levantaram taças nacionais, a cobiçada orelhuda da Champions League, o troféu Intercontinental e até a Copa do Mundo, mas quando o assunto é Euro, neca de pitibiriba.
Continue lendo “28 craques que nunca ganharam a Eurocopa”