Yegor Titov, o gênio de uma geração perdida na Rússia

Antecessor de Arshavin como astro russo, Yegor Titov viveu no olho do furacão enquanto deslanchava no Spartak Moscou. Meio-campista completo e com faro de gols, Titov jamais quis deixar a Rússia e perdeu a chance de se notabilizar no exterior.

Continue lendo “Yegor Titov, o gênio de uma geração perdida na Rússia”

Oscar Dertycia, o Sansão do futebol moderno

Atacante argentino despontou para o estrelato no final da década de 1980, mas uma grave lesão no joelho determinou o que seria o resto de sua carreira. Oscar Dertycia perdeu os cabelos e a força em sua terrível fase na Fiorentina.

Continue lendo “Oscar Dertycia, o Sansão do futebol moderno”

O mito de Dalla Bona, o craque do Chelsea que nunca estourou

Lançado a partir da base do Chelsea em 1999, o italiano Sam Dalla Bona despontou para a Premier League como um meia versátil e prestes a ganhar o mundo sob a tutela de Gianfranco Zola. Mas as más decisões e a saída precoce da Itália prejudicaram a sua carreira.

Continue lendo “O mito de Dalla Bona, o craque do Chelsea que nunca estourou”

O mundo incompleto do jovem Sonny Pike

Lançado ao estrelato antes mesmo de iniciar sua carreira como futebolista, o inglês Sonny Pike se transformou em celebridade durante a infância. Atormentado por problemas particulares e uma ruptura de sua família, o jovem nem sequer estreou em nível profissional, escrevendo uma história de frustração e exploração.

Continue lendo “O mundo incompleto do jovem Sonny Pike”

Hans-Günter Bruns poderia ser Maradona, mas acertou a trave

Meia alemão do Borussia Mönchengladbach poderia ter feito o mais memorável entre os gols da Bundesliga, contra o Bayern, mas a façanha foi impedida por um simples e cruel detalhe: a trave.

Continue lendo “Hans-Günter Bruns poderia ser Maradona, mas acertou a trave”

Redefinindo o conceito de inferno astral com Daniel Zitka

No pior dia da sua vida, o goleiro tcheco Daniel Zitka sofreu uma lesão grave e ainda contou com uma boa dose de azar enquanto defendia o Anderlecht. A carreira do arqueiro nunca mais foi a mesma depois disso.

Continue lendo “Redefinindo o conceito de inferno astral com Daniel Zitka”

Toni Polster: A façanha do goleador rebaixado por clubes rivais

Veterano goleador austríaco estava na fase final de sua carreira quando passou por Colônia e Borussia M’Gladbach. Apesar de ser lembrado pela grande fase nos Bodes, saiu do clube com um rebaixamento no histórico. Um ano depois, passou pela mesma situação quando mudou de lado para defender o Gladbach.

Continue lendo “Toni Polster: A façanha do goleador rebaixado por clubes rivais”

Os dias desastrosos de Massimo Taibi no Manchester United

Contratado para ser um dos substitutos de Peter Schmeichel, o italiano Massimo Taibi deixou o modesto Venezia para estrear na pomposa Premier League. Mas em poucos jogos, sua carreira desmoronou e ele nunca mais foi o mesmo. O que diabos aconteceu com ele?

Continue lendo “Os dias desastrosos de Massimo Taibi no Manchester United”

Dario Simic foi uma farsa ou um talento incompreendido?

Cem jogos pela Croácia. Três Copas do Mundo, três Eurocopas e passagens por dois dos maiores clubes italianos: este é o currículo de Dario Simic, que para muitos, foi um grande defensor. Para outros, uma promessa jamais cumprida.

Continue lendo “Dario Simic foi uma farsa ou um talento incompreendido?”

A dura vida de Joe Cole, o rei das lesões crônicas

Queridinho da Inglaterra na década de 2000, Joe Cole despontou como um grande meio-campista e teve grandes anos no Chelsea. Dono de joelhos de papelão, foi vítima de várias graves lesões e acabou virando um nômade da bola em clubes ao redor do mundo.

Continue lendo “A dura vida de Joe Cole, o rei das lesões crônicas”