O dia em que Parlour saiu da mesa do bar direto para o campo de jogo

Deixado de fora da delegação do Arsenal, Ray Parlour decidiu sair para uma bebedeira casual no dia de um jogo contra o Liverpool, em 1992. Mas enquanto se embebedava, foi surpreendido por uma convocação extraordinária e acabou entrando como titular.

Continue lendo “O dia em que Parlour saiu da mesa do bar direto para o campo de jogo”

A piada mortal de Luciano Re Cecconi

Fenômeno da Lazio nos anos 1970, Luciano Re Cecconi era um ídolo da equipe campeã italiana em 1974 com participação na Copa do Mundo da Alemanha. Brincalhão, o meia foi vítima fatal do próprio humor em uma situação surreal e concorrente ao Darwin Awards de 1977.

Continue lendo “A piada mortal de Luciano Re Cecconi”

Karl-Heinz Riedle: o homem certo, na hora certa

A noite inspirada de Riedle valeu ao Dortmund o tão sonhado título europeu em 1997, contra a Juventus. Campeão mundial com a Alemanha em 1990, atacante voltou do futebol italiano para mudar a história dos aurinegros.

Continue lendo “Karl-Heinz Riedle: o homem certo, na hora certa”

Susic, o grande ídolo do PSG na era das vacas magras

Ser o grande ídolo de um clube fora de seu país requer muita dedicação, talento e predestinação. Safet Susic deixou a antiga Iugoslávia para brilhar no futebol francês com a camisa do Paris Saint-Germain. Contudo, o clube não vivia uma fase de riqueza para premiar o craque como ele merecia.

Continue lendo “Susic, o grande ídolo do PSG na era das vacas magras”

Eu fumo sim, e estou correndo. Tem gente que não fuma e está morrendo

Jogadores fumantes são raridade no século XX. Beber, fumar e estar fora do peso não são hábitos aceitáveis no futebol moderno e de alta exigência física. Mas Theo Janssen rompeu com o ideal do jogador atlético e fez sua carreira com características de peladeiro.

Continue lendo “Eu fumo sim, e estou correndo. Tem gente que não fuma e está morrendo”

Bruce Grobbelaar e a dança das pernas de espaguete

Notório fanfarrão, o goleiro Bruce Grobbelaar participou de um dos períodos mais arrasadores do Liverpool no futebol europeu. Sinônimo de alegria e irreverência, o camisa 1 dos Reds fez sua fama com grandes defesas e atuações decisivas, sobretudo na final da Copa dos Campeões em 1984.

Continue lendo “Bruce Grobbelaar e a dança das pernas de espaguete”

A grande virada na carreira de Ally McCoist

Rejeitado por Alex Ferguson antes de se tornar profissional pelo St. Mirren, Ally McCoist deu a volta por cima, adaptou seu jogo e chegou ao posto de maior artilheiro da história do Rangers, com muitos títulos e um papel importante no dérbi da Old Firm.

Continue lendo “A grande virada na carreira de Ally McCoist”

Ninguém pode escapar de Jesus – exceto Reinhard Libuda

Ponta-direita infernizou defensores ao longo de sua carreira. Talento para dribles e gols quase sobrenaturais deram a Reinhard “Stan” Libuda um status de lenda no futebol alemão. Ídolo nos dois rivais do Vale do Ruhr, o atacante manchou sua imagem após um escândalo de manipulação de resultados.

Continue lendo “Ninguém pode escapar de Jesus – exceto Reinhard Libuda”

O último dérbi de Mark Hateley pelo Rangers foi emblemático

A segunda passagem de Mark Hateley pelo Rangers não passou nem perto de ser tão bem sucedida quanto a primeira. O gigante inglês foi chamado às pressas para defender os Blues contra o Celtic, mas quase estragou tudo em um dérbi em que se acostumou a marcar no passado.

Continue lendo “O último dérbi de Mark Hateley pelo Rangers foi emblemático”

Pat Jennings: Das montanhas irlandesas para a eternidade em Londres

Com mais de mil jogos na carreira, o goleiro Pat Jennings se notabilizou pelos grandes anos por Tottenham e Arsenal. A longevidade do norte-irlandês é apenas uma das marcas pioneiras que ele teve em sua vida desportiva.

Continue lendo “Pat Jennings: Das montanhas irlandesas para a eternidade em Londres”