Robert Kovac encarna o Batman e persegue assaltante em Frankfurt

Assistente do Eintracht Frankfurt viveu um momento heroico na semana passada. O ídolo croata, que ganhou a vida como zagueiro, encarnou o Batman em perseguição a bandido em Frankfurt. Tudo isso sem usar capa, máscara ou alter-ego.

Outras histórias de caras metidos a super herói não terminaram bem. Quase sempre, os justiceiros acabam irritando o mundo do crime e pagam a conta por atos de coragem em defesa do povo. A tarefa de cuidar da segurança pública não é exclusivamente dos cidadãos, mas sim das forças designadas e pagas para isso, como policiais, bombeiros, entre outros agentes.

Na Alemanha, um ex-jogador ganhou repercussão por uma atitude fora de campo. Com longa carreira como zagueiro, o croata Robert Kovac foi por alguns minutos a imagem mais próxima do Batman que podemos ver na vida real. À paisana, o assistente do Eintracht Frankfurt reagiu com enorme bravura ao testemunhar um assalto a um idoso.

O jornal alemão “Bild” informa que na última sexta-feira, Robert estava próximo à sua residência em Frankfurt, quando se deparou com um pensionista sendo rendido e assaltado por um criminoso. A quantia de 40 euros nem é tão relevante assim, mas o croata não se importou e resolveu se arriscar. Depois de perseguir o bandido por algumas quadras, Kovac conseguiu recuperar o valor roubado e devolveu à vítima, entregando o assaltante para a polícia.

Simplicidade: Kovac disse que não sabe se perseguiria um bandido novamente

Os relatos dão conta de que Robert derrubou o rapaz e o imobilizou por completo até conseguir pedir ajuda para chamar os policiais. Ao contrário do que se possa imaginar, ele não quer ficar em evidência por esta intervenção de super herói.

Em entrevista ao Bild, Kovac afirmou que ter coragem enquanto civil é sempre importante, mas não garante que agiria sempre assim se tivesse oportunidade. Provavelmente porque notou que o assaltante não estava armado.

Durante sua carreira como atleta, Robert passou por Hertha Zehlendorf, Nuremberg, Bayer Leverkusen, Bayern de Munique, Juventus, Juventus, Borussia Dortmund e Dinamo Zagreb. Defendeu a Croácia por 10 anos, entre 1999 e 2009, participando de duas Copas do Mundo e duas Eurocopas. Desde 2013 trabalha como auxiliar de seu irmão Niko. A dupla chegou em 2016 ao Eintracht.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *