Sexta das Camisas: Especial Joey Barton

Joey Barton

Polêmico aniversariante desta sexta-feira completa 34 anos e várias encrencas ao longo da carreira. Com carreira consolidada na Inglaterra e passagens por França e Escócia, Joey Barton atua pelo Rangers e se aproxima da aposentadoria. Escolhemos 10 uniformes vestidos por ele como forma de dar os parabéns.

Briguento. Temperamental. Implacável. Imparável. Irascível. Este é Joey Barton, um inglês nascido em 2 de setembro de 1982 na cidadezinha de Huyton, na região de Merseyside, mesmo local onde nasceu o grande Steven Gerrard. Mas de Gerrard, Barton tinha muito pouco, afinal, seus feitos como volante quase sempre foram ofuscados pelo seu histórico fora dos campos.

Joey é carismático à sua maneira. Sem forçar simpatia e nem se fingir de bom moço. Estreou como profissional em 2002, com a camisa do Manchester City, mas chegou a defender Everton e Liverpool como juvenil. A grande fase de Barton aconteceu no Newcastle, clube pelo qual atuou de 2007 a 2011. Também teve empreitadas pelo Marselha até voltar à Inglaterra e assinar com o Queens Park Rangers e o Burnley. Em seu terceiro país como atleta, o volante agora quer fazer parte do primeiro time dos Gers que disputa a elite após a falência do clube, em 2012.

Mas já falamos demais. Que tal irmos logo ao que interessa? Dez camisas de Barton ao longo de sua carreira. Valendo.

Manchester City 2004-05, Reebok

Barton City 2004

Uma das camisas mais legais da história recente do City, com este desenho que trazia listras pretas e brancas no ombro. Depois dos ácidos anos 1990, as fabricantes resolveram pegar mais leve nos desenhos e este é um produto da fase mais ponderada dos uniformes. Belíssima.

Manchester City 2006-07, Reebok

Barton Manchester City

Barton estava em evidência. Titular do City pré-árabes, o volante ganhou a camisa 8 e fez grandes partidas. A camisa da temporada, feita pela Reebok, trazia mangas brancas e um detalhe em marinho nos ombros. Não remete a uma fase muito boa dos Citizens, mas fica o registro.

Newcastle 2008-09, Adidas

Barton Newcastle 2008

Baita acerto da Adidas nessa camisa aqui do Newcastle. Barton estava em uma fase de regeneração social após se envolver em uma treta feia com Ousmane Dabo, ainda pelo City. Ganhou uma nova chance nos Magpies e virou um jogador bem diferente. Perceba que na foto, Joey papeia com o árbitro Mike Riley. “Haha, poxa, professor, nem falta foi!” “Hahaha! Essa foi muito boa, Joey. Você é hilário”. Riram muito. E Barton levou o segundo amarelo, sendo expulso. Nesta temporada, o Newcastle foi rebaixado.

Newcastle 2009-10, Adidas

Soccer - Coca-Cola Football League Championship - Newcastle United v Reading - St James' Park

Não faz biquinho não, Barton, a gente sabe como é difícil ser rebaixado. Mas pelo menos o Newcastle deu a volta por cima e retornou ao seu devido lugar. Com esta camisa aí clássica feita pela Adidas. Inclusive tenho na minha coleção. Depois disso, o clube trocou de fornecedora.

Newcastle 2010-11, Puma

Newcastle 2010

A camisa do retorno à primeira divisão. Marcou a troca de fornecedora da Adidas para a Puma. E Barton continuava lá, firme e forte, titular. Se tornou um ídolo do clube.

QPR 2011-12, Lotto

Barton QPR

Lembra quando o QPR começou a montar um timaço para tentar vencer a Premier League? Então, Barton era o capitão. Mas as coisas não deram muito certo para eles.

Marseille 2012-13, Adidas

Barton Marseille

A única coisa a se criticar neste uniforme é a gola laranja. De resto, uma bela peça. Barton ficou apenas um ano na França e voltou ao seu país após uma ameaça de morte anônima. O agressor dizia que iria esmagar a cabeça do volante com uma marreta se ele não saísse do Marselha. Ninguém entendeu o motivo, mas Joey achou melhor acatar o que a pessoa dizia.

QPR 2014-15, Nike

Barton QPR 2013

Certamente a camisa moderna mais bonita que o QPR já teve. A Nike fez um ótimo serviço ao preservar as linhas clássicas e colocar o patrocinador de forma a não estragar o desenho original. Barton estava em sua segunda passagem pelo clube londrino, no retorno à elite em 2014.

Burnley 2015-16, Puma

Barton Burnley

Barton então assinou com o Burnley em 2015 e foi fundamental na classificação dos Clarets para a primeira divisão. A camisa, feita pela Puma, seguiu os padrões da linha, com gola v e listra na manga com a segunda cor do clube. Um uniforme que também marca pela sua simplicidade.

Rangers 2016-17, Puma

Barton Rangers

O Rangers retorna à primeira divisão escocesa com esta camisa da Puma no tom de azul clássico. A gola mais moderninha e os símbolos da fabricante em vermelho na manga dão um toque diferente. Mas o que chama a atenção é a estampa discreta por baixo, dividindo a camisa em dois tons de azul, sendo um mais brilhante. Nesta foto não é possível reparar, mas na manga há uma estampa axadrezada. Só fica legal por que são cores parecidas, mais do que isso transformaria o desenho em uma aberração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *