Sexta das Camisas: 10 uniformes do United na Era Premier League

Desde a aposentadoria de Sir Alex Ferguson, o Manchester United vive uma crise de identidade. Após a saída do lendário treinador escocês, muita coisa mudou no clube de Old Trafford, que tem encontrado dificuldades para retomar o caminho das glórias. David Moyes e Louis van Gaal, os sucessores de Ferguson, fracassaram rotundamente em suas missões à frente do comando técnico dos diabos vermelhos.

Para reencontrar o caminho das vitórias, o time vermelho de Manchester apostou em Jose Mourinho para promover uma revolução tanto no elenco quanto no futebol do United. Por isso, o clube não perdeu tempo ao desembolsar mais de 157 milhões de libras nas contratações de Eric Bailly, Henrikh Mkhitaryan e Paul Pogba. O último nome é o que mais chama atenção pelos valores envolvidos em sua transferência. O valor pago por um jogador foi oficialmente quebrado no último dia 9, quando a Juventus confirmou ter recebido mais de 105 milhões de euros para liberar o francês aos red devils. Desde então, a estreia (ou reestreia) de Pogba tem sido muito aguardada, principalmente para saber como Mourinho vai encaixar todas suas principais aquisições no time titular.

Uma suspensão adiou o debute de Pogba na primeira rodada do Inglês, mas a presença do craque francês já foi confirmada por Mourinho para o confronto desta sexta-feira diante do Southampton, em Old Trafford. E pensando no jogo de logo mais, nós trouxemos 10 fardamentos do Manchester United para a Sexta das Camisas de hoje.

Umbro, 1992-94

A primeira utilizada na Era Premier League. Inspirada por golas de renda que remetem ao século 19 – e ao nascimento do clube como Newton Heath -, foi com essa camisa que os homens de Alex Ferguson conquistaram as primeiras glórias de uma das maiores dinastias do futebol inglês. Além de apresentar muitos nomes da famosa Classe de 92, o United venceu duas edições da Premier League e uma da FA Cup no período de dois anos em que usou essa camisa.

Umbro, 1993-95

O uniforme preto dava um ar bastante hostil aos red devils, ainda mais numa época em que o time contava com Paul Ince, Roy Keane e, claro, com Eric Cantona. E caso não tenha lembrado, foi utilizando essa camisa que Cantona desferiu a lendária voadora no torcedor do Crystal Palace, em pleno Selhurst Park.

Umbro, 98-00

Bom, eu acho que essa dispensa apresentações… Utilizada apenas em competições nacionais, a camisa remete imediatamente ao ano mais glorioso da história do clube. Vitórias suadas, viradas inesquecíveis, goleadas memoráveis e outros tantos momentos de absoluto êxtase vivenciados pelos diabos vermelhos. Senhoras e senhores, a camisa utilizada no ano da Treble Season.

Nike, 2004-06

Essa faz parte de uma época pouco vencedora da Era Ferguson em Old Trafford, mas tenho uma relação especial com essa camisa: foi a primeira de um time inglês que eu comprei, iniciando assim minha coleção. Ademais, foi a partir do segundo ano (2005) usando o uniforme que a família Grazer assumiu o comando do clube, algo que não agrada tanto assim o torcedor vermelho de Manchester. Contudo, foi utilizando esse modelo que o United pôs fim na incrível série invicta de 49 jogos do Arsenal, em um dos jogos mais emocionantes – e controversos –  da Premier League.

Nike, 2008-09

Para o terceiro uniforme da temporada 2008-09, a Nike fez bonito e resolveu celebrar o quadragésimo aniversário do título da Copa dos Campeões da Europa, feito protagonizado pelos Busby Babes em 1968. Uma camisa com belo tom de azul, praticamente sem detalhes e com uma numeração simples e visível. Certamente está entre as melhores já produzidas pela fabricante norte-americana.

Umbro, 96-97

A temporada de 1996-97 foi a da ascensão de David Beckham como grande estrela dos diabos vermelhos. Nesta temporada, Becks foi convocado ao English Team pela primeira vez, além de receber o prêmio de Jogador Jovem do Ano. Com essa camisa aí, que tinha até botão, o United conquistou outro título da Premier League após uma recuperação incrível na virada do ano – em meados de dezembro a equipe estava na sexta posição do inglesão.

Nike, 06-07

Diferente dos anos anteriores, o Manchester United usou esse uniforme por uma única temporada. Depois do breve período de vacas magras, o United, com essa bela camisa de ar retrô e com detalhes em dourado, voltou a conquistar a Premier League de forma incontestável – os diabos só deixaram a liderança da competição por duas rodadas. Foi a partir dessa temporada que Cristiano Ronaldo começou a assumir o protagonismo da equipe, formando dupla avassaladora com Wayne Rooney.

Nike, 07-09

United 2009

Uma das mais belas já feitas pela Nike. Sem muita frescura, o maior destaque certamente vai para a listra na parte de trás da camisa. Foi com esse uniforme que Cristiano Ronaldo se consolidou como um jogador sobrenatural, encerrando a temporada 2007-08 com 41 gols marcados por todas competições que participou.

Umbro, 94-96

Uma das melhores da combinação “United +Umbro + Sharp”. Bastante simples, mas que reunia tudo que uma camisa do Manchester United deveria ter. Não fica tão claro na imagem, mas havia uma marca d’água da Umbro na parte da frente da camisa, algo que a fornecedora utilizou bastante em várias peças que a empresa produziu nos anos 90.

Nike, 13-14

Menos é mais. Talvez o grande trunfo desta camisa seja a ausência de detalhes desnecessários – tão comuns em produtos da Nike. Depois do desastre da camisa xadrez, a fabricante americana apostou na elegância (e simplicidade) para vestir o time vermelho de Manchester. Grande destaque para a cor rubra, poucos detalhes de preto e botões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *