Brasileiraço: A construção de um campeão

Foto: GloboEsporte.com
Foto: GloboEsporte.com

Palmeiras comemora rodada boa e vitória contra um adversário difícil fora de casa. Liderança alviverde deixa o time isolado e seguido pelo Santos, que dominou o Atlético Mineiro na Vila Belmiro. Ao bater oponentes diretos na briga pela taça, dupla paulista mostra como é que se constrói um campeão.

Série A: O mais novo Clássico da Saudade

Foto: GloboEsporte.com
Foto: GloboEsporte.com

Chamam assim o duelo entre Palmeiras e Santos, donos de times brilhantes nos anos 1950 e 60. Que Pelé e Ademir da Guia deixaram mesmo um grande legado, nós já sabemos. O que fica difícil de prever é quem dos dois vai levar a melhor na tabela final. Toda semana falamos a mesma coisa, mas vale repetir: este é o melhor Brasileirão dos últimos tempos. Apesar da liderança isolada do Palmeiras, com três pontos de frente, não dá para cravar o que vai acontecer e nem quem serão os quatro primeiros, visto que a distância do G4 para quem está fora é mínima.

Vamos por partes: o Santos recebeu o Atlético Mineiro na Vila Belmiro às 16h do domingo. Os atletas entraram em campo trazendo os nomes dos respectivos genitores nas camisas, em uma singela homenagem ao Dia dos Pais. E com a bola rolando, foi um show santista: 3-0, incontestável, grande atuação de Ricardo Oliveira para ninguém botar defeito. Contra um adversário difícil como o Galo, que vinha embalado, a vitória santista fica ainda mais valiosa.

Muito valor tem também o triunfo palmeirense em Curitiba, contra o Atlético. Diante de um time que estava invicto jogando em casa no Brasileirão, a boa marcação e a presença ofensiva forte levou o Palmeiras a fazer o gol da vitória com Vitor Hugo, de cabeça, ainda no primeiro tempo. Todas as vezes que o Atlético tentou o empate, o goleiro Jaílson representou e mandou bem, fazendo grandes defesas. É aquela coisa: quem quer ser campeão tem de querer ganhar em qualquer lugar, independente de quem está do outro lado.

Sabe quem deu muitas alegrias aos papais no domingo? O Grêmio, que amassou o Corinthians e fez 3-0 na Arena, dominando completamente o confronto com gols de Pedro Rocha, Everton e Bolaños. O resultado tirou o Timão do G4 e deu moral aos Tricolores, que mesmo com um jogo a menos estacionaram na terceira posição. Tem muita água pra rolar ainda.

Enquanto isso, merece igual destaque a luta interminável do Cruzeiro contra a zona de rebaixamento. No domingo, a Raposa recebeu o Coritiba no Independência e saiu na frente. Mas o Coxa, valente, foi buscar a virada. A coisa ia ficar trágica para os cruzeirenses se não fosse o golzinho salvador de Ábila. Os mineiros, em antepenúltimo, chegam ao ponto de número 20, a dois do Coritiba, primeiro time fora do Z4. Mano Menezes fez o time evoluir e dar um passo adiante, mas para escapar do fantasma do descenso inédito, é preciso correr.

Craque da rodada: Ricardo Oliveira, do Santos, que voltou a todo vapor e marcou dois gols.

Buzina da rodada: Corinthians, que não viu a cor da bola contra o Grêmio e apanhou por 3-0 na Arena, em Porto Alegre.

Placares: Sport 1-0 Flamengo, Ponte Preta 2-0 Figueirense, Fluminense 1-0 América Mineiro, Grêmio 3-0 Corinthians, Vitória 2-2 Santa Cruz, Santos 3-0 Atlético Mineiro, Cruzeiro 2-2 Coritiba, São Paulo 0-1 Botafogo e Atlético Paranaense 0-1 Palmeiras. Chapecoense e Internacional fazem o jogo glorioso de hoje à noite.

Série C: Outra mudança na ponta

Val Botafogo PB

O Botafogo-PB é o novo líder do Grupo A da Série C. Em casa, o Belo passou pelo Remo e se aproveitou do tropeço do Fortaleza em Cuiabá. É mais uma troca de liderança em uma chave tão equilibrada na competição. Com cinco rodadas pela frente, nem podemos dizer que os paraibanos são favoritos para ficar com a vaga para a segunda fase, visto que a diferença para o quinto colocado é de três pontos.

A coluna mantém o palpite e aposta em Bota, Fortaleza e Remo para o mata-mata. Mais do que isso é querer dar uma de Mãe Dinah. Rodrigo Silva e Val foram os artilheiros do Bota nesta jornada de imensa alegria. Mas o Belo está com os mesmos 22 pontos do Fortaleza: ou seja, ninguém é de ninguém, meus amigos.

Lá no grupo B, o Guarani mantém a soberania e a vantagem de seis pontos. Em uma vitória imponente contra o Macaé, fora de casa, o Bugre fez 4-2 e disparou. O Boa Esporte, que vem logo atrás, só empatou com o Juventude e deixou uns pontinhos escaparem por entre os dedos. E olha aí, temos um novo integrante no G4: o Ypiranga, que derrotou o Guaratinguetá por 3-1 e agora está em terceiro.

Mas isso pode mudar com o resultado do Botafogo-SP, que pega a Portuguesa no encerramento da jornada, nesta noite. Destacamos também o Tombense, que se recupera na competição após fazer um 4-0 sonoro no Mogi Mirim, em casa. Pessoal tava empenhado.

Placares: [Grupo A] América-RN 2-0 Salgueiro, Botafogo 2-0 Remo, River 0-0 ASA, Confiança 1-1 ABC, Cuiabá 2-0 Fortaleza. [Grupo B] Macaé 2-4 Guarani, Tombense 4-0 Mogi Mirim, Guaratinguetá 1-3 Ypiranga e Juventude 1-1 Boa Esporte. Botafogo x Portuguesa jogam nesta segunda-feira à noite, em Ribeirão Preto.

Série D: Oitavas de final, ida

CSA x Altos
CSA castiga o Altos em Maceió – Foto: GloboEsporte.com

Princesa do Solimões 1-1 Atlético-AC
Moto Club 3-1 Juazeirense
CSA 3-0 Altos
Campinense 2-0 Itabaiana
Fluminense-BA 0-1 Ceilândia
Anápolis 1-2 Volta Redonda
J. Malucelli 1-1 São Bento
Inter de Lages – Ituano jogam nesta segunda-feira às 20h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *