Brasileiraço: O apito que intimida e o homem que foge da cruz

Foto: GloboEsporte.com
Foto: GloboEsporte.com

Palmeiras joga bem e se mantém na ponta, afastando-se do vice-líder Internacional, que tropeçou diante do Coritiba. Flamengo aproveita que deixaram chegar e se infiltra no G4. Brasileirão também marcou a reação da dupla mineira, com vitória e moral na competição.

Série A: A reação mineira e o apito do terror

Foto: GloboEsporte.com
Foto: GloboEsporte.com

Mais uma rodada se foi e nós estamos aqui para criticar a arbitragem. Desta vez, os apitadores fizeram o Corinthians e Grêmio de vítimas em jogos com placar apertado. Não que tenha havido choro dos envolvidos, mas é preciso se posicionar contra os erros repetidos que os árbitros cometem, prejudicando o equilíbrio da disputa.

O Alvinegro se lascou porque no lance do primeiro gol do Atlético Mineiro, o lateral Marcos Rocha recebe em posição ilegal e aciona Fred, portanto, o lance não deveria ter continuado após o impedimento. O placar para o Galo foi de 2-1, com direito a diminuição da vantagem com tento de Lucca, já no fim. Já o Grêmio, perdeu em casa para o Vitória por 2-1 e os baianos só fizeram o segundo porque Dagoberto sofreu pênalti duvidoso. Diego Renan bateu com competência e fez. Além disso, o Tricolor teve Bressan expulso por ter levado o segundo amarelo no lance do penal. É bem difícil não enxergar que Dagoberto se joga ao encontrar Bressan. Dois erros decisivos que aumentam o descontentamento de várias torcidas com a forma como este campeonato está sendo conduzido pelos homens de preto.

Na ponta da tabela, o Palmeiras finge que não comemora o tropeço da dupla Gre-Nal. Com 22 pontos, dois a mais do que o Inter, o alviverde de Cuca está com a bola toda, sendo o principal mandante da competição até agora e vivendo grande fase técnica com Gabriel Jesus e Róger Guedes. Há quem diga que Jesus não sobrevive no time até o fim da temporada, com tanto assédio de clubes europeus. Mas enquanto joga, o menino faz a diferença e bota um sorrisão na cara da torcida, tão acostumada a se frustrar. Imponente, o Verdão dominou e doutrinou o América Mineiro e só não fez mais por infelicidade: 2-0 foi muito pouco.

Além do Galo, o Cruzeiro também comemorou nesta rodada. Precisando sair da turma do fundão, a Raposa visitou a Ponte Preta e meteu 4-0 nos ponte-pretanos. No fim de semana, o Atlético que puniu a equipe campineira com um placar elástico. Saberemos em breve se Paulo Bento finalmente conseguiu se entender com o seu elenco. O próximo desafio é contra o líder. Quem também é digno de nota é o Santos, que jogou com o Fluminense em Cariacica e meteu logo 4-2 no placar. Gabigol fez dois e contou com ajuda de Rodrigão, o novo matador do Peixe. A molecada estava motivada. Oscilante, a equipe praiana precisa aprender a não contrastar tanto as vitórias incontestáveis com as derrotas estranhas. Quem explica?

Craque da rodada: De Arrascaeta, o motorzinho por trás da goleada cruzeirense em Campinas. Fez dois gols.

Buzina da rodada: Grêmio, que perdeu em casa para um time que estava no fim da tabela. E jogando mal. Assim fica difícil.

Placares: Palmeiras 2-0 América Mineiro, Ponte Preta 0-4 Cruzeiro, Botafogo 0-0 Figueirense, Santa Cruz 0-1 Flamengo, Fluminense 2-4 Santos, Atlético Mineiro 2-1 Corinthians, Chapecoense 0-0 Atlético Paranaense, Grêmio 1-2 Vitória, São Paulo 0-0 Sport e Coritiba 1-1 Internacional.

Série B: Ceará e Paysandu em ascensão

Paysandu x Joinville GE
Foto: GloboEsporte.com

Essa rodada a gente não vai falar do Vasco não. Vamos focar o negócio no Ceará e no Paysandu, que reagiram muito bem na temporada e agora estão em grande fase. Depois de demitir Dado Cavalcanti, o Papão parece ter encontrado o seu caminho e venceu três seguidas (incluindo o Vascão). Na 11ª rodada, os paraenses venceram o Joinville e jogaram o JEC pra zona de rebaixamento com o placar de 1-0. Não empolga, mas dá pro gasto. Quem tanto perdia agora pode respirar sossegado na Curuzu.

E o Ceará? O Vozão vem com tudo. Bateu o encardido Oeste em casa e agora está no G4, com toda a moral. Foi outro 1-0, mas quem disse que a torcida alvinegra liga? O que importa é beirar o acesso, como há muito o time tem tentado. Será que dessa vez a sonhada vaga na Série A vem?

Tá, tudo bem, nós vamos falar do Vasco. O líder da Série B deu uma titubeada recentemente, mas voltou a vencer. Fora de casa, com grande dificuldade, o cruzmaltino passou pelo Londrina por 1-0 e ainda conseguiu abrir vantagem para o Atlético Goianiense, que pifou e só empatou com o Avaí em 1-1 na Ressacada.

Por fim, elogiemos também o Criciúma, que se deu bem de novo e bateu o Vila Nova, em Goiânia. O placar foi de 3-2 em um jogo intenso, talvez o melhor da rodada. Foi na raça, com um a menos e marcando a primeira vitória dos carvoeiros como visitantes. Demorou, mas saiu. Gustavo fez dois e se destacou pelo Tigre, que está em terceiro e sonhando com a volta à Série A. No mais, que rodada fraca, hein, pessoal?

Craque da rodada: Gustavo, ou Gustagol, do Criciúma, autor do doblete que encaminhou o triunfo do Criciúma no Serra Dourada. Este menino está imparável.

Buzina da rodada: Bahia, que demitiu Doriva achando que ia melhorar o time e perdeu de novo, agora para o Tupi. Como é fácil gerir futebol, não?

Placares: Ceará 1-0 Oeste, CRB 1-1 Paraná, Paysandu 1-0 Joinville, Tupi 2-1 Bahia, Londrina 0-1 Vasco, Avaí 1-1 Atlético Goianiense, Bragantino 0-1 Goiás, Vila Nova 2-3 Criciúma, Luverdense 0-0 Sampaio Correia e Brasil de Pelotas 0-0 Náutico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *