Estados Unidos da Enfermaria: A seleção dos lesionados da Eurocopa

Estados Unidos da Enfermaria

Por Felipe Portes e Lilian Trigo

A Eurocopa vem aí e nós veremos do conforto dos nossos lares, com baldes de pipoca, cerveja e salgadinhos. Esse também vai ser o plano de alguns jogadores que se lesionaram e ficarão de fora da disputa. Sabendo que muita gente foi cortada, resolvemos montar uma seleção dos melhores contundidos. E criamos um país: Os Estados Unidos da Enfermaria.

As principais seleções foram desfalcadas de atletas importantes. Muitos craques perderão a Euro e certamente farão falta em campo, para dar mais brilho ao torneio. Para contemplar a meninada que vai ficar fazendo fisioterapia durante as partidas, vamos escalar então a seleção dos Estados Unidos da Enfermaria:

EU da Enfermaria Eurocopa

Jack Butland, Inglaterra

O goleiro fraturou o tornozelo durante o amistoso entre Inglaterra e Alemanha, no mês de março. Titular no Stoke até a contusão, o jovem Butland perderá lugar para Hart no gol dos ingleses.

Vincent Kompany, Bélgica

Capitão do Manchester City, Vincent Kompany não vai liderar a zaga belga na Euro. O defensor teve problemas musculares na panturrilha nas semifinais da Liga dos Campeões e não poderá jogar as partidas de sua seleção em solo francês. Ao longo da temporada, Kompany teve várias outras contusões. Certamente é o capitão dos EUE.

Raphael Varane, França

Melhor zagueiro desta geração francesa, Raphael Varane, do Real Madrid, sofreu uma contratura muscular na coxa esquerda e foi substituído por Adil Rami, do Sevilla, às vésperas do torneio.

Benoît Trémoulinas, França

Lutando por uma vaga entre os titulares da França, o lateral Trémoulinas, do Sevilla, teve uma ruptura no menisco esquerdo enquanto defendia o seu clube contra o Shakhtar, nas semifinais da Liga Europa.

Fabio Coentrão, Portugal

A seleção portuguesa perdeu também o seu titular Fabio Coentrão na lateral. O atleta do Monaco foi operado após afastamento por problemas na coxa. O tempo de recuperação é de mais um ou três meses.

Alex Oxlade-Chamberlain, Inglaterra

Novamente atrapalhado por lesões no joelho, o meia Oxlade-Chamberlain desfalcará a Inglaterra na Eurocopa. O jovem é apenas mais um atleta do Arsenal a frequentar o departamento médico, coisa comum pelos lados do Emirates Stadium. Arsène Wenger inclusive poderia se formar em fisioterapia caso não continue no futebol, fica a dica.

Marco Verratti, Itália

Outro da turma que teve problemas musculares, Marco Verratti, do Paris Saint-Germain, perderá a chance de disputar mais uma Eurocopa. Com dificuldades para se recuperar desde fevereiro, o volante vai acompanhar a Squadra Azzurra à distância. Uma pena para ele e os colegas.

Claudio Marchisio, Itália

Em abril, quando defendia a Juventus, Claudio Marchisio recebeu um duro golpe em suas ambições. O meia rompeu ligamentos do joelho em partida contra o Palermo e deverá ficar mais quatro meses parado.

Ilkay Gündogan, Alemanha

Ilkay Gündogan não vai estar entre os 23 convocados para a Alemanha na Euro. O meia do Borussia Dortmund deslocou a patela em um treinamento e seguiu uma triste sina de lesões que assombra a sua carreira.

Marco Reus, Alemanha

O Pedrinho alemão. Marco Reus é craque de bola e disso ninguém duvida, mas como o menino do Borussia Dortmund perde meses de sua carreira lesionado. É o segundo torneio grande que Reus perde por contusões. Antes da Copa do Mundo de 2014, ele torceu o tornozelo e ficou de fora da lista dos tetracampeões. Coitado.

Danny Welbeck, Inglaterra

Fechando a nossa lista, vem o grandalhão Danny Welbeck, que sofreu uma ruptura no menisco defendendo o Arsenal em maio. Apesar de ser reserva, Welbz costumava aparecer no segundo tempo como substituto. Infelizmente para ele, desta vez não será possível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *