O 11 ideal de atletas que jogaram por Palmeiras e Corinthians

Palmeiras x Corinthians 1994

Quais craques já tiveram a honra de jogar por dois clubes rivais? Ao longo da história, vários deles já dividiram o coração do torcedor. Mas e se nós reuníssemos os melhores em um time ideal? Apresentamos uma nova brincadeira aqui na Todo Futebol: montar uma seleção com esses caras. 

O 11 ideal de Palmeiras e Corinthians não foi tão difícil assim de ser montado. Para começar bem essa série de posts aqui no site, resolvemos começar com um timaço de dois rivais ferozes.

Corinthians e Palmeiras dividem a cidade de São Paulo em preto e verde quando jogam. Movimentam um imenso contingente de torcedores apaixonados e certamente obcecados por vitórias em cima do rival. Desta feita, entre tantos títulos e jogadores com histórico nos dois clubes, apenas 11 podem ser escalados na nossa equipe. Não há um critério claro. Tentamos selecionar o melhor possível em cada posição, mas é claro que existem outras alternativas a este.

Já que é para gerar discussão, se você tiver uma ideia melhor aí na sua cabeça, pode comentar no post e montar a sua seleção. Calma, também iremos fazer outros clássicos nas próximas edições. Esta é a nossa, no detalhe:

Palmeiras Corinthians 11 ideal

Emerson Leão

Leão Palmeiras

Leão teve passagem notável pelo Palmeiras, onde jogou grande parte de sua carreira e se aposentou, nos anos 1960, 70 e 80. Titular do Brasil em 1974, o goleiro também atuou no Corinthians, ainda que por pouco tempo, em 1983. É um dos melhores atletas da posição nos dois clubes.

Gamarra

Foto: Tudo Timão
Foto: Tudo Timão

Gênio da zaga, o paraguaio viveu seus melhores anos com a camisa do Corinthians. Ídolo na campanha do Brasileirão de 1998, Gamarra voltou ao Brasil em 2005 para defender o Palmeiras. Mesmo envelhecido, deixou ótima impressão. Dizem que é o melhor zagueiro que o Timão já teve.

Luís Pereira

Luís Pereira Parmera

Se por um lado Gamarra é o melhor de todas as zagas corintianas, é seguro dizer que Luís Pereira é o maior da defesa palmeirense. Luís Chevrolet, como era conhecido em seu auge pelo Verdão na época da Segunda Academia, Pereira conquistou muitos títulos antes de sair para o Atlético de Madrid. Nos anos 1980, já veterano, assinou com o Corinthians, em 1986. Se aposentou só na década seguinte, com mais de 40 anos de idade.

Roberto Carlos

Roberto Carlos Parmera

O melhor lateral-esquerdo do Brasil depois de Nílton Santos, Roberto Carlos foi um dos grandes talentos nos anos 1990 e 2000. Foi bicampeão brasileiro e paulista com o Palmeiras antes de rodar pela Europa em Internazionale, Real Madrid e Fenerbahçe. Voltou ao Brasil em 2010 e defendeu o Corinthians, até 2011, quando saiu do clube juntamente com Ronaldo após a queda para o Tolima na Libertadores.

Rogério

Rogério Corinthians

Rogério foi revelado pelo União São João e chegou ao Palmeiras em 1996, ficando quatro anos no clube e ganhando títulos importantes até a sua saída, em 2000. Campeão paulista, da Copa do Brasil, da Mercosul e da Libertadores com o Verdão, o lateral-direito saiu brigado do clube para jogar no arquirrival. Venceu a Copa do Brasil em 2002 e duas vezes o Paulista. Curiosamente, é mais lembrado por ter levado oito pedaladas de Robinho na final nacional em 2002.

Rincón

FUTBOL-PALMEIRAS-CORINTHIANS 3

Certamente o grande colombiano da história dos dois clubes. Forte na marcação e muito hábil na chegada ao ataque, Freddy Rincón deixou saudade nos rivais. Chegou ao Brasil em 1994 para jogar no Palmeiras, com quem foi campeão paulista. Três anos depois, após outra passagem pelo Parque Antárctica, o meia desembarcou no Parque São Jorge e viveu fase esplendorosa com o bicampeonato brasileiro, o título paulista de 1999 e o do Mundial em 2000. Ainda jogou pelo Timão mais uma vez em 2004.

César Sampaio

Sampaio Parmera

Volante dos bons e com vasto número de troféus na carreira, César Sampaio viveu duas das grandes eras do Verdão na parceria com a Parmalat. Bicampeão paulista, brasileiro e do Rio-São Paulo, o atleta também levantou a Libertadores com a camisa alviverde. Em 2001, depois de uma breve passagem pela Espanha, foi para o Corinthians, mas não teve tanto brilho assim vestido em preto e branco.

Neto

Neto Corinthians

Grande responsável pelo primeiro título brasileiro do Corinthians em 1990, Neto rodou muito até ser reconhecido como craque no Parque São Jorge. Antes do título de 1990, ele defendeu Guarani, Bangu, São Paulo e o Palmeiras. Até hoje os alviverdes e alvinegros das antigas se recordam como ele foi trocado juntamente com o lateral Denys por Ribamar e Dida, em 1989. Desnecessário dizer quem foi que saiu ganhando na negociação.

Jorginho Putinatti

Foto: Placar
Foto: Placar

Jorginho Putinatti só não é mais ídolo do Palmeiras porque comeu o pão que o diabo amassou durante a fila de 1976 a 1993. Grande craque do time nos anos 1980, o meia se cansou de ser culpado pela zica palmeirense e assinou com o Corinthians em 1987. Mas nem isso ajudou ele a ganhar algum título na carreira em solo brasileiro, infelizmente.

Viola

Viola Corinthians 2

Carismático, irreverente e goleador: este era Viola em seus bons tempos durante a década de 1990. Revelado pelo Corinthians, o atacante conquistou duas vezes o Paulista e uma vez a Copa do Brasil, entre outros troféus com a camisa alvinegra. Em 1996, após tantas provocações imitando porco, desembarcou no Palmeiras. E foi bem, mas não caiu nas graças da torcida. Saiu em 1998 sem nenhum título e dizendo que era palmeirense na infância. Ninguém acreditou.

Edmundo

Foto: GloboEsporte.com
Foto: GloboEsporte.com

Com Edmundo não há meio-termo. Ou você ama, ou odeia. O Animal saiu do Vasco para o estrelato com a camisa do Palmeiras em 1993 e 94, sendo bicampeão paulista e brasileiro mostrando imensa capacidade de decidir jogos. Adorado por palmeirenses, quase colocou a sua história verde em xeque quando foi jogar no Corinthians em 1996. Fez seus gols, mas não venceu títulos e 10 anos depois, retornou ao Verdão. Quase ninguém lembra que ele vestiu o manto corintiano. Quer dizer: ninguém quer lembrar.

Gostou da brincadeira? Então escale aí nos comentários o seu 11 ideal de Palmeiras/Corinthians. Dá até pra fazer um time alternativo a este aí que escolhemos.

5 pensamentos em “O 11 ideal de atletas que jogaram por Palmeiras e Corinthians”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *