Brasileiraço: O negócio do Grêmio é jogar bola

Grêmio GE

Novo líder, Grêmio chega a terceira vitória na competição e traz a seriedade como principal arma para manter o favoritismo. Internacional e Corinthians também se aplicaram e G4 mudou bastante na rodada da Série A. Já na B, o Vasco segue imparável.

Série A: A muralha intransponível

Foto: GloboEsporte.com
Foto: GloboEsporte.com

Parece básico dizer que aquele time que souber defender melhor e atacar com eficiência será o favorito para vencer. Mas em tempos de equações cada vez mais complicadas e fórmulas inimitáveis, o Grêmio está fazendo a forra no Brasileirão. Evidente que qualquer análise de favoritismo a esta altura do campeonato vai parecer doença, mas dentro do que foi mostrado até agora em quatro rodadas, o Grêmio está no grupo dos times que mais se apresentam com regularidade. A vitória por 2-0 contra o Coritiba elevou o número de jogos em que o Tricolor saiu de campo sem levar gols. Até agora, na Série A, só a defesa de Roger Machado não foi vazada.

Esta capacidade de se proteger bem e ainda causar terror nos adversários tem sido a tônica gremista depois da eliminação apática da Libertadores perante o Rosario Central. Sabemos que cada ponto pode fazer a diferença na tabela final e pelo que o Grêmio tem exibido, é de se esperar que a campanha seja sólida. Se não de título, certamente muito firme até o fim. A defesa faz a sua parte e lá na frente, Luan, Giuliano e Everton resolvem. Depois de engolir o Atlético Mineiro, o Grêmio deu as cartas contra o Coxa e chegou à ponta da tabela. Nesse negócio aí de jogar bola, sobram os de Roger Machado.

Para Internacional e Corinthians, o domingo também foi de comemoração. Longe de casa e no calor recifense, o Timão cozinhou o Sport e voltou com três pontos na mala, após explorar com perícia as deficiências do Leão. Já o Inter, saiu vivo do alçapão da Vila Belmiro e derrubou o Santos pela vantagem mínima. Para estes dois, vale a máxima: de grão em grão…

Destacamos também o São Paulo, que amassou o Palmeiras e fez o placar de 1-0 parecer pouco, não fosse por Fernando Prass, em tarde iluminada. Os tricolores do Morumbi acabaram com o jejum de vitórias em clássicos e ainda voltaram à superfície na disputa. No outro clássico da rodada, Fred copou o Botafogo e acabou com a festa alvinegra nos jogos diante do Fluminense. Vitória do Flu que vale recuperação para este início de campeonato.

Craque da rodada: Ewandro, do Atlético Paranaense, que fez um gol e deu uma assistência impressionante, driblando três na vitória da sua equipe contra o Figueirense.

Buzina da rodada: Sport, que não consegue mais nem impôr respeito jogando em casa. A equipe rubro-negra perdeu para o Corinthians e foi para a lanterna.

Placares: Atlético Paranaense 2-1 Figueirense, Cruzeiro 1-1 América Mineiro, Chapecoense 1-1 Santa Cruz, Ponte Preta 1-2 Flamengo, Sport 0-2 Corinthians, São Paulo 1-0 Palmeiras, Fluminense 1-0 Botafogo, Vitória 1-1 Atlético Mineiro, Grêmio 2-0 Coritiba e Santos 0-1 Internacional.

Série B: O maior jogador em atividade no Brasil

Nenê Vasco

O Vasco ganhou outra, dessa vez passando por grandes apuros contra o Bahia. Em um intenso 4-3, o craque da camisa 10 vascaína meteu dois gols, outra vez marcando de falta e decidindo um confronto encardidíssimo diante do Tricolor de Aço. É justo dizer que Nenê é o grande jogador em atividade no futebol brasileiro.

Com atuações bem acima da média desde o início da Série B, o meia-atacante é o maestro que já está até sendo cotado para jogar pela Seleção Brasileira. O fenômeno está irresistível, precisamos reconhecer. Além dos 100% de aproveitamento, o Cruzmaltino alcança a marca de 31 partidas sem derrotas. Até quando dura a série? Em 1945, durante o período do Expresso da Vitória, o Vasco conseguiu emplacar 35 partidas sem perder.

Não vamos menosprezar também o Atlético Goianiense, que fez mais três pontos e derrotou o Vila Nova em um dos clássicos goianos da tabela. O triunfo só se deu nos minutos finais, mas pergunte a qualquer um dos dragões se isso importa. O que vale é comemorar em cima do rival.

Para encerrar os destaques da segundona, o Náutico passou por cima do Sampaio Correia e meteu 5-0 nos maranhenses, sem dó nem piedade na Arena Pernambuco. Em crise, o Sampaio perdeu todos os seus jogos e está se tornando um favorito ao descenso. Já o Avaí, foi só alegria: com um triplete de William Batoré, o Leão da Ressacada empurrou quatro gols no Ceará, que ainda não sabe se fica lá pra cima ou na parte de baixo.

Craque da rodada: William Batoré, que foi três vezes às redes do Vozão. Não escolhemos Nenê porque é preciso dar uma chance a outros caras também.

Buzina da rodada: Criciúma, que foi prejudicado pela arbitragem contra o CRB, mas perdeu um caminhão de gols e saiu de Maceió com a derrota. Não dá pra reclamar se o seu ataque não funciona.

Placares: CRB 2-1 Criciúma, Náutico 5-0 Sampaio Correia, Goiás 1-1 Brasil de Pelotas, Paraná 2-1 Oeste, Atlético-GO 2-1 Vila Nova, Joinville 1-1 Londrina, Avaí 4-2 Ceará, Vasco 4-3 Bahia, Paysandu 2-1 Luverdense e Bragantino 2-1 Tupi

Série C: Goleadas pra ninguém botar defeito

Hugo Juventude

A Série C definitivamente compensou com gols o tempo de espera da primeira para a segunda rodada. Depois de uma estreia morna, a competição desandou nas goleadas e partidas equilibradas, com boa média de gols. O Juventude e o Boa Esporte, por exemplo, fizeram a festa de suas torcidas com placares sensacionais.

Para equilibrar a disputa, só o América-RN venceu duas vezes. De resto, os outros candidatos se dividem entre os com quatro e três pontos. Só o Guaratinguetá fez feio e perdeu as duas, mas já chegamos lá. Na ponta do Grupo A, o Mecão se sentiu à vontade contra o River-PI e arrancou uma vitória até fácil por 3-2 em Teresina. Grande atuação do meia Elias. O Fortaleza, que vem logo atrás na tabela, calou o Batistão ao fazer 2-0 no Confiança, em Sergipe. Muita eficiência dos de Marquinhos Santos. Leão chega forte para buscar uma das vagas para a segunda fase.

Como não poderia deixar de ser, falemos de quem deu show. O Juventude foi até Guaratinguetá e fez o adversário de café da manhã. Sabem quem fez três dos cinco gols do Ju? Ele mesmo, Hugo, o interminável, aquele, com 35 anos. É a segunda vez que o Guará sai de campo com 5-0 na cabeça. Na estreia, o mesmo placar foi imposto pelo Guarani. Outro mandante que decepcionou foi o Macaé, que completamente bagunçado, apanhou de 5-1 do Boa Esporte sem sua torcida nas bancadas do Moacyrzão. A atuação fulminante dos mineiros na segunda etapa fez a diferença.

Craque da rodada: Hugo, que carregou o Juventude na goleada contra o Guaratinguetá, fora de casa. Ju foi para a ponta do Grupo B por causa dele, que estava irresistível.

Buzina da rodada: Mais uma vez o Guaratinguetá, que levou fumo e já soma 10 gols sofridos em duas rodadas. Um esforço enorme para cair para a Série D.

Placares: [Grupo A] Botafogo-PB 1-0 Cuiabá, ABC-RN 2-0 Salgueiro, River-PI 2-3 América-RN e Confiança 0-2 Fortaleza. Remo e ASA jogam na noite de segunda-feira. [Grupo B] Tombense 1-1 Guarani, Macaé 1-5 Boa Esporte, Mogi Mirim 0-0 Portuguesa, Guaratinguetá 0-5 Juventude e Ypiranga 2-1 Botafogo-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *