Sexta das Camisas: Inspirações em bandeiras

Foto: Barcelona
Foto: Barcelona

Por Felipe Portes e Matheus Rocha

Sobe o hino dos Estados Unidos durante a Copa de 1994. O time da casa entra em campo sob aplausos e gritos de apoio, vestindo uma camisa que lembra muito a bandeira do país. O orgulho americano, tão exaltado no hino e nas atitudes, entra de vez no imaginário do futebol. Este exemplo norteia o conceito da Sexta das Camisas desta semana. Separamos 10 uniformes que fazem menção a bandeiras nacionais ou citadinas. Mas prepare-se, as imagens são fortes…

Roma 2001-02, Kappa

Foto: ASR Talenti
Foto: ASR Talenti

A Roma usou um desenho de grená e laranja, cores do clube que foram inspiradas na bandeira da cidade de Roma. O uniforme foi utilizado pela primeira vez em 2001-02, ano seguinte à conquista do Italiano. Nota 8/10

Barcelona 2013-14, Nike

Foto: Barcelona
Foto: Barcelona

O Barcelona adora fazer referências à bandeira da Catalunha em suas camisas. Em 2013-14, tivemos o que pode ser considerada a mais icônica destas peças. Lembra muito a camisa do Lecce, só que feita por uma marca decente. Sim, sabemos que nesta temporada a Nike fez outra alusão à senyera, só que de uma forma não tão enfática como esta da foto acima. Nota 8/10

Athletic Bilbao 2011-12, Umbro

Athletic Bilbao basca

Na arrancada até a final da Liga Europa de 2012, o Athletic Bilbao levou as cores do País Basco. Afinal, quer representante mais forte dos bascos do que o Athletic, que só permite jogadores com nascimento ou origem basca em seu elenco? Esta não foi a primeira camisa verde e nem será a última utilizada pelo Athletic. Nota 7/10

Columbus Crew 2016, Adidas

Foto: Dirty Tackle
Foto: Dirty Tackle

Pode-se notar a bandeirinha da cidade de Columbus ali na cintura, como em todas as peças da MLS. Mas esta, amigos, é uma das coisas mais feias que já listamos aqui nesta editoria. As cores não combinam, o desenho parece uma macarronada esticada em uma camisa branca. Por Deus, que horror. Nota 1/10

Colorado Rapids 2014, Adidas

Foto: MLS Soccer
Foto: MLS Soccer

Outro exemplo com a bandeirinha estampada na cintura para qualquer comparação. O Colorado Rapids trouxe este enorme C com duas faixas em aplicação com marca d’água nas camisas de 2014 usadas na MLS. Até que ficaram legais, vai? Nota 7/10

Chicago Fire 2016, Adidas

Foto: Sportslogos
Foto: Sportslogos

Perceba o terceiro uniforme do Chicago Fire para 2016. Repare nas faixas em azul claro e nas estrelas na parte de trás. Pois bem, esta é uma forma de reproduzir a bandeira da cidade de Chicago na peça. Nota 9/10

Croácia 2013, Nike

Foto: Fifa
Foto: Fifa

Desde que ganhou independência no começo dos anos 1990, a Croácia determinou que a identidade de sua seleção seria baseada no brasão axadrezado que está no meio da bandeira do país. E assim tem sido com esta bela toalha de piquenique. Escolhemos a de 2013 porque foi a mais equilibrada nesse conceito, com os calções e meias azuis. Nota 9/10

Estados Unidos 1994, Adidas

Foto: Slate
Foto: Slate

Horroroso para alguns, maravilhoso, carisma e saudoso para outros. Este uniforme titular dos Estados Unidos é uma das peças mais icônicas dos anos 90. Com listras trêmulas, dando o efeito de bandeira em movimento, os donos da casa na Copa de 1994 desfilaram e foram eliminados pelo Brasil em pleno 4 de julho, Dia da Independência. Pode acontecer. Nota 7/10

Birmingham 2015-16, Carbrini

Foto: Footy Headlines
Foto: Footy Headlines

Reza a lenda que em 1972 o Birmingham foi fazer uma excursão na Alemanha e alguém da diretoria achou legal usar as cores da bandeira alemã para causar boa impressão com o público local. Quatro décadas depois, a Carbrini usou esta camisa como reserva para a coleção 2015-16, que marca os 140 anos do Birmingham. Vai entender. Nota 2/10

Málaga 2006-07, Umbro

Foto: Minhas camisas
Foto: Minhas camisas

A Umbro lançou em 2006 a camisa reserva do Málaga que servia como uma grande homenagem à bandeira da cidade. Só que, as cores não ajudaram muito na composição. É verdade que as mangas pretas diminuíram um pouco o contraste bizarro entre o verde e o roxo, mas mesmo assim trata-se de uma relíquia. Só de olhar pra essa camisa já dá o maior ruim. Nota 1/10 (pelas mangas pretas)

Faixa bônus: Shimizu S-Pulse 2016, Puma

Shimizu-S-Pulse-2016-PUMA-Kit-1

Sim, a gente sabe que o mapa mundi não é uma bandeira. Mas é que essa camisa do Shimizu S-Pulse, da segunda divisão japonesa, é tão bizarra que não poderia faltar na lista. Entra como faixa bônus fanfarrona desta semana. Olha que coisa maravilhosa, os continentes ali, nas costas e na frente da camisa. Provavelmente é alguma campanha publicitária da Japan Airlines, patrocinadora do clube desde os primórdios de 1992. O desenho do mapa mundi é utilizado com frequência, mas essa talvez seja a melhor aplicação da história. Nota 10/10, de tão tosca

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *