Os goleiros mais jovens a estrear na Série A italiana

Foto: Milan
Foto: Milan

Quando Sinisa Mihajlovic escalou Gianluigi Donnarumma como titular, muitos se apressaram em dizer que era o mais jovem goleiro a estrear na Série A. Lamentamos informar que não é bem assim. O detentor do recorde, por 2 meses e 12 dias, ainda é Gianluca Pacchiarotti. Aqui vai a nossa lista dos menores de 18 anos a estrear no campeonato italiano.

 1. Gianluca Pacchiarotti (16 anos, 6 meses e 12 dias)

junior

Gianluca Pacchiarotti tem dois recordes em sua breve carreira no futebol italiano: é o goleiro mais jovem a participar de uma partida no máximo campeonato e foi o primeiro a sofrer um gol de Diego Maradona. Dois feitos dignos de entrar no Guinness.

Nascido em Roma, no dia 30 de agosto de 1963, foi criado na cidade de Scafa, região de Abruzzo. Fez sua estréia em uma partida contra o Perugia, no dia 9 de março de 1980, vestindo a camisa do Pescara e substituindo Carlo Pirri aos 80′. Esses foram seus 10 minutos de fama, porque sua equipe foi rebaixada para Série B e posteriormente para Série C1.

Seu outro grande momento, no entanto, aconteceu 4 anos depois, em setembro de 1984, durante um encontro entre Pescara e Napoli pela Copa da Itália, quando Diego Armando Maradona marcou seu primeiro gol em terras italianas.

maradona

Em 1986, Gianluca transferiu-se para Alemanha, onde jogou uma temporada pelo Schalke 04. Voltou para a Itália e passou por equipes de pouca ou nenhuma relevância até aposentar-se, em 2004. Atualmente é treinador.

2.  Gianluigi Donnarumma (16 anos e 8 meses)

1621

Donnarumma bateu na trave em sua tentativa de ser o goleiro estreante mais jovem da Série A. Mesmo que ele tenha jogado 90 minutos na sua partida de estréia, é 72 dias mais velho que Pacchiarotti.

Gianluigi nasceu em 25 de fevereiro de 1999, na região de Nápoles. Seguiu os passos do irmão mais velho, Antonio, que atualmente joga no Genoa.

Treinando no Milan desde 2013, teve a oportunidade de acompanhar a equipe principal na pré-temporada na China, em julho de 2015. No dia 30 de julho, substituiu Diego López, nos minutos finais da partida contra o Real Madrid. A partida terminou 0-0 e ele foi um dos jogadores do Milan a perder o pênalti. O resultado das cobranças foi 10 a 9, a favor da equipe espanhola.

Na partida contra o Sassuolo, no dia 25 de outubro, entrou como titular e jogou 90 minutos. É o queridinho do técnico Mihajlovic, que não cansa de dizer de Donnarumma é o “futuro do futebol italiano”.  Vamos observar.

3. Simone Scuffet (17 anos,  7 meses e 1 dia)

49099_scuffet

Ser considerado “o novo Buffon”, definitivamente, não faz bem para a carreira.  Simone Scuffet fez o mesmo percurso do goleirão da Juventus e da seleção. Catapultado de terceiro goleiro para titular, por Francesco Guidolin, na partida da Udinese contra o Bologna, no dia 1º de fevereiro de 2014, encantou com sua segurança.

As boas apresentações, principalmente contra a Inter na Copa Itália, garantiram a convocação para a seleção sub-17 e a transferência quase certa para o Atlético de Madri. Quase, porque o clube madrilenho preferiu o grego Karnezis. Para piorar um pouco mais a situação, os pais de Simone não deixaram o menino mudar para a Espanha porque ele tinha que terminar os estudos. O diploma custou caro e Scuffet acabou emprestado para o Como, que disputa a Série B.

Nascido no dia 31 de maio de 1996, aos 19 anos, Scuffet está recomeçando mais uma vez.

4. Luigi Sepe (17 anos, 8 meses e 20 dias)

© Massimo Ficini
Foto: Massimo Ficini

Criado nas categorias de base do Napoli, a estréia (e única partida disputada), foi contra a Fiorentina, no dia 28 de janeiro de 2009. Nos anos seguintes foi emprestado para Pisa, Lanciano e Empoli.

Com a volta do Empoli para a Série A, fez seu segundo debut contra a Udinese, no dia 31 de agosto de 2014. Em março de 2015, renovou seu contrato com o Napoli até 2019. Emprestado para a Fiorentina, Sepe se aproveitou da saída de Neto para a Juventus e ocupa o posto de terceiro goleiro.

5. Gianluigi Buffon (17 anos, 9 meses e 21 dias)

buffon

Buffon dispensa apresentações.  Ele é o legítimo mármore de Carrara. Nascido em 28 de janeiro de 1978, estreou na Série A pelo Parma no empate, em 0-0, contra a equipe do Milan, no dia 19 de Novembro de 1995.

Participou de cinco Copas do Mundo, foi campeão em 2006 e tem 6 scudetti, 1 Copa Itália, 5 Supercopas italianas e até um título da Série B pela Juventus. Mas a lista não para aí, pelo Parma conquistou uma Copa da UEFA, uma Copa Itália e uma Supercopa. É considerado um dos maiores goleiros de todos os tempos e, aos 37 anos, ainda não tem sucessor.

6.  Angelo Peruzzi (17 anos, 9 meses e 27 dias)

Angelo_Peruzzi,_Juventus,_anni_'90

Criado no juvenil da Roma, Angelo Peruzzi ficou famoso como goleiro da Juventus.

A sua foi, no mínimo, insólita. No jogo entre Milan e Roma, no estádio San Siro, o goleiro titular, Franco Tancredi, foi atingido por um rojão e Peruzzi foi obrigado a entrar. Naquele dia 13 de dezembro de 1987, começou uma das carreiras mais vitoriosas da Série A.

Nos 8 anos que jogou pela Juventus, conquistou os mais importantes troféus do futebol. Encerrou a carreira na Lazio, onde jogou de 1999 a 2007, traindo assim duplamente o time que o revelou. De 2008 a 2010 foi colaborador técnico de Marcello Lippi na seleção italiana.

7.  Marco Pilato (18 anos)

marco-pilato

Encerramos nossa lista com Marco Pilato, que jogou sua primeira partida na Série A no dia que completou 18 anos. O jovem terceiro goleiro do Bologna foi promovido a titular quando os outros dois goleiros se contundiram.

A partida Bologna e Parma, do dia 14 de abril de 1991,  teve um gosto amargo para o aniversariante Pilato, que levou 3 gols. Mas o pior ainda estava por vir, depois de tomar 16 gols em 6 partidas, foi deixado de lado pelo treinador nas temporadas seguintes.

Como ninguém acreditou no seu talento, decidiu deixar o Bologna, que em plena crise financeira não conseguia dar aos jovens jogadores oportunidades de desenvolvimento, resolveu começar uma nova carreira. Trocou a camisa 1 pelo ataque e foi tentar a sorte na Série C1. Só assim passou a se divertir com o futebol.

Um pensamento em “Os goleiros mais jovens a estrear na Série A italiana”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *