Seis Graus de Separação: De Junior Tuchê a Eric Cantona

Figurinha Tuchê Figurinha Cantona

Por Felipe Portes e Lílian Trigo

Notamos que vocês gostaram da brincadeira dos Seis Graus de Separação e então resolvemos fazer mais uma vez esta maravilhosa associação entre jogadores completamente aleatórios. Para quem não entendeu a proposta, explicamos rapidinho: pegamos dois jogadores do nada e tentamos achar seis atletas que criem elos entre eles. E o resultado é mais ou menos este:

Dedicamos esta edição ao amigo Bruno Rodrigues, que se empolgou com a ideia da série e pediu para que fizéssemos semanalmente posts desta categoria. Vamos aos interligados desta semana.

Junior Tuchê, Palmeiras 1997

O zagueiro Junior Tuchê foi um dos mais obscuros atletas a defender o Palmeiras no meio da década de 1990. Foi formado no Vitória e chegou em meados de 1997 ao Verdão. Ficou até 1999 no clube, o último grande na sua carreira. Lá em 1997, enquanto o clube vivia um hiato de títulos em uma década gloriosa, o baiano encontrou o folclórico Viola…

Viola, Valencia 1995

Viola, um verdadeiro gênio da irreverência e do carisma, teve seu brilho no Palmeiras, mas no geral saiu sem títulos e foi rejeitado por grande parte da torcida pela sua passagem no Corinthians, anos antes. Viola chegou a defender o Valencia em 1995, onde conheceu o goleiro espanhol Andoni Zubizarreta.

Andoni Zubizarreta, Barcelona 1994

Um ano antes de ter contato com Viola no Valencia, Zubizarreta jogava no grande Barcelona de Johan Cruyff. O goleirão estava em seus últimos anos de carreira quando desembarcou no Mestalla. No Barça, viveu sua melhor fase e teve a chance de dividir espaço com o meia Michael Laudrup, reconhecido como maior atleta da história da Dinamarca…

Michael Laudrup, Real Madrid 1995

Michael Laudrup perdeu espaço no elenco do Barça e resolveu se mudar para o Real Madrid em 1995. Jogou muita bola e acabou cruzando seu destino com o atacante Raúl González, ainda em início de carreira…

Raúl González, Real Madrid 2003

Raúl, um dos mais notáveis centroavantes que já passaram pelo Real Madrid, fez seu nome ao longo de sua carreira com a camisa madridista. Histórico, o camisa 7 conseguiu ser estrela mesmo em uma fase espalhafatosa do Real, de 2002 em diante: a era dos Galácticos. Neste mesmo time, atuou com Zinedine Zidane, Luís Figo, Ronaldo e David Beckham…

David Beckham, Manchester United 1995

Parte da memorável geração de 1992 revelada pelo United nas mãos de Alex Ferguson, o meia David Beckham ainda buscava reconhecimento em 1995, quando aprendeu muito sobre futebol com o mestre Eric Cantona, camisa 7 dos Red Devils. Inclusive Becks acabou herdando o número quando o francês se aposentou em 1997.

Eric Cantona, Manchester United 1995

Chegamos ao fim da linha. Foi difícil, mas conseguimos ligar o esquecido Junior Tuchê a um grande ícone dos anos 1990 que foi Eric Cantona, atacante e problemático jogador que hoje aparece emprestando seu nome a causas sociais. Pois ele é muito mais do que aquela voadora, amigos…

Seis graus 3

2 pensamentos em “Seis Graus de Separação: De Junior Tuchê a Eric Cantona”

  1. Eu fiz um aqui, também que deu certo.
    De Márcio Mossoró, possante meio campista revelado no Paulista de Jundiaí, a Gianluigi Buffon. E deu 6 certinho. Caso queiram, posso mandar o passo a passo.
    Um abraço e mantenham a ideia… muito legal!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *