Sexta das Camisas: Romênia de roupa nova e olho na Eurocopa

Sempre tem alguém em qualquer lugar do mundo lançando uma camisa nova no mercado. Enquanto houver um time que ganhe o noticiário por um uniforme bonito, inovador ou uma porcaria, a Sexta das Camisas vai existir. Ainda bem. Então, vamos lá conhecer os principais lançamentos da semana? Segura a carteira no bolso aí, amigo.

Romênia agora é Joma

Este slideshow necessita de JavaScript.

A Romênia está de olho em uma vaga para a próxima Eurocopa e já tem uma camisa para desfilar no torneio, caso se classifique. A seleção dos Cárpatos, no entanto, trocou de fornecedora e agora usa a Joma ao invés da Adidas. O resultado do acordo recente foi um uniforme bonito e sem nada demais.

Racing retrô

Este slideshow necessita de JavaScript.

Legal mesmo é a nova camisa retrô do Racing Club. Os caras da Topper fizeram uma peça clássica, que lembra os bons tempos do time argentino, campeão da Libertadores em 1967. A homenagem da vez é à combinação da primeira camisa e escudo de La Academia. Ficou muito interessante.

Alguém contrate um novo designer pra Nike

Este slideshow necessita de JavaScript.

Por que esses terceiros uniformes iguais para todo mundo já deram no saco. Olha esse do Barcelona… que preguiça, hein?

E essa camisa reserva da Irlanda?

Foto: Todo Sobre Camisetas
Foto: Todo Sobre Camisetas

Hm… melhor não. Alguém errou a mão aí.

Livornão da massa

Livorno kits TSC

A Legea, humilde fabricante de uniformes da Itália lançou nesta semana as novas camisas do Livorno, que atualmente disputa a Serie B italiana. O pessoal tava animado, e tal, olha só que beleza. A verde é o terceiro uniforme e a preta será usada pelos goleiros. Gostamos das quatro, e vocês?

Vicenza é bem legal mesmo

Vicenza kit TSC
Foto: Divulgação/Macron

A Macron revelou nesta semana as peças que o Vicenza irá usar na caminhada da Serie B italiana. A julgar pelos fardamentos do time titular e reserva, tudo ficou muito bonito. Respeitando a tradição do clube que já revelou Paolo Rossi e Roberto Baggio, as duas camisas de jogo trazem o escudo novo e o clássico R em azul no peito. A alternativa (marinho) e a de goleiro, saem com o R em vermelho. Assim que for possível, compro todas.

Corinthians relembra seu primeiro título mundial

Este slideshow necessita de JavaScript.

Em 2000, o Corinthians bateu o Vasco nos pênaltis e conquistou seu primeiro Mundial de Clubes da Fifa. Neste ano, a Nike resolveu relembrar a peça que colocou o Timão no mapa dos grandes do planeta. A fabricante fez uma releitura da icônica camisa de 2000, feita pela Topper. A verdade é que as duas não se parecem e há que se fazer um esforço para enxergar a referência. Mesmo assim, o resultado ficou muito bom, como se pode ver na foto de Vágner Love, durante o clássico contra o Palmeiras no último domingo. Pode-se dizer dessa nova algo semelhante a respeito do terceiro uniforme laranja: a encomenda ficou boa, a desculpa para usar o desenho é que não convence. 

Cantinho da saudade (Por Daniel Tomiate)

Este slideshow necessita de JavaScript.

Olha só que gracinha essa camisa do alemão Bochum de 1997, feita pela obscura empresa Faber. Não se sabe a verdadeira razão para o uso desse desenho em arco-íris, mas ele causa um efeito carismático no uniforme. Até 1999 a marca desenhou os fardamentos da equipe, sempre levando o arco-íris e o patrocínio da loteria Lotto Service em algum ponto da peça. Ideal para usar em churrascos de família, para que todos os parentes perguntem ‘que porra é essa, meu filho?’. Não, não era uma tentativa de apoio ao movimento gay, até onde sabemos. Se fosse, seria ainda melhor.

Foto: Big Footy
Foto: Big Footy

Para a sua primeira participação em Copas do Mundo, a Jamaica vestiu um modelito ousado feito pela Kappa. Pega só essa ilustração tribal bem loca do lado esquerdo. Puro suco de anos 1990. É a melhor camisa dos Reggae Boyz até a atual, usada na Copa América. Muito carisma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *