Sexta das Camisas: Palmeiras voltará das próprias cinzas?

Já era esperado que o Palmeiras tivesse novamente uma camisa cinza na sua linha oficial. No início do ano, vazaram fotos do ensaio de Zé Roberto e Arouca vestindo um uniforme cinza, até que se descobriu que na verdade o negócio era prateado. Nesta semana, a Adidas divulgou e acabou com o suspense. Mas a peça veio com uma surpresinha.

Tá certo, a camisa ficou legal, as cores até ficam bacanas se combinadas. E além do mais, não é a primeira vez que o Verdão fica cinza.  Em 2006, também com a Adidas, o clube paulistano ousou fazer um belo pijamão com o lado direito trabalhado em verde. E caiu bem como terceiro uniforme. Nove anos depois, bem mais cinza e com menos verde, continua interessante. Só mesmo essa marca d’água que ficou uma porcaria. É uma homenagem à taça da Savoia, primeiro título que o antigo Palestra Itália conquistou em sua história, em 1915. Exageraram demais no tamanho da taça, que poderia muito bem ter ficado menor e no centro do peito, assim como a imagem do Centenário, utilizada na primeira camisa de 2014. Não dá pra ser perfeito, né?

Botafogo de roupa nova para a Série B

Enquanto o Botafogo segue em sua jornada para voltar à primeira divisão, a Puma lançou as novas camisas do clube, apresentadas no fim da semana passada. Pois é, perdemos essa, mas vamos compensar. Sem meter detalhes horrorosos em dourado, a fabricante acerta em usar desenhos simples e que respeitam a tradição do clube, lendário alvinegro.  A primeira tem um corte mais clássico, enquanto as outras seguem um pouco mais modernas em tom único. Gostamos delas. E vocês?

PSV acendendo o futuro?

Foto: Footy Headlines
Foto: Footy Headlines

A Umbro revelou nesta semana o terceiro uniforme do PSV, que será utilizado em competições europeias. O celeste e branco está de volta e repaginado para os atuais campeões holandeses. Assim como as outras duas peças, ficou excelente.

Vá para a Oktoberfest vestido de 1860 Munique

Quem quiser ir para a Oktoberfest deste ano, já sabe o que vestir. Como já é de costume para algumas equipes alemãs, a Macron fez uma peça comemorativa para o 1860 Munique. É um brega carismático, sabe? Como se você convidasse o Beto Barbosa pra ser o seu padrinho de casamento.

A Adidas não inova muito no terceiro uniforme do Bayern

Sabe aquela sensação de que você já viu este uniforme antes, mas ele está sendo lançado. Nos últimos anos, a Adidas tem insistido particularmente em camisas em marinho para o Bayern. Sobretudo em combinação com o laranja ou um vermelho clarinho. Não é feio, só é pouco criativo.

Melbourne Victory marrento demais, meu irmãozinho

Foto: Football Shirt Culture
Foto: Football Shirt Culture

Olha aí os caras do Melbourne Victory exibindo a roupa nova para a temporada. Ficou bacana, eles são tipo o Bordeaux australiano. Só esse patrocínio desproporcional talvez tenha atrapalhado, mas no geral, a camisa tá bonita.

Napoli vestido para matar

Foto: Football Shirt Culture
Foto: Football Shirt Culture

Sexy, hein?

Cantinho da saudade

Foto: The Gentleman Ultra
Foto: The Gentleman Ultra

Batistuta e Edmundo jogaram com esta camisa em 1998-99. Um clássico dos anos 1990, feito pela Fila, para a Fiorentina. Entrou para a história como uma das mais bacanas combinações entre desenho e cores. E claro, pelo fato da Nintendo ser a patrocinadora.

Foto: Retro shirt heaven
Foto: Retro shirt heaven

O Aberdeen ganhou o seu único título internacional em 1983, contra o Real Madrid, na Recopa da Uefa. Era treinado por Alex Ferguson e tinha o craque Gordon Strachan no elenco. O que importa mesmo, mais que a taça, é essa camisa linda aí.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *