ESPN se despede da Liga dos Campeões com reprises de jogos clássicos

A Champions League mudará de casa a partir da próxima temporada, ao menos na televisão fechada. O Esporte Interativo venceu a concorrência e exibirá o torneio no próximo triênio (2015/16, 2016/17 e 2017/18), tirando dos canais ESPN os direitos de transmissão. Já na TV aberta, a exclusividade segue com a Globo, que costuma ceder seus jogos nas fases iniciais da competição à Band. (Trivela, sobre a saída da ESPN da cobertura da Champions até 2018)

Depois de bons anos e excelentes transmissões da Liga dos Campeões na ESPN, a competição europeia agora estará só na tela do Esporte Interativo, da Globo e da Bandeirantes. Sem a sua principal atração até 2018, a emissora da TV paga ensaia o seu adeus, ou o até logo.

Até o fim do mês, a ESPN exibe partidas clássicas da Champions durante a tarde. O colega Leandro Sarubo, do Teleguiado, conseguiu a lista com as últimas transmissões. Hoje, o ‘fã do esporte’ assiste a Manchester United x Bayern de Munique, pela final de 1999, e nos últimos dias tivemos Chelsea x Barcelona, pelas oitavas de final da edição 2005, além de Real Madrid x Leverkusen pela decisão de 2002. Então, que tal então lembrar o contexto de cada uma das partidas a serem exibidas?

Liverpool-Chelsea, 2009

Foto: The Football Mind

Depois de vencer o jogo de ida, no Stamford Bridge, por 3–1, o Chelsea tem enorme vantagem para eliminar o Liverpool em Anfield. Vale uma vaga nas semifinais, contra o Barcelona. No ano anterior, o Chelsea perdeu a final para o Manchester United, nos pênaltis. A missão agora é chegar novamente em uma decisão para ganhar o prestígio que escapou entre os dedos em 2008. Jogo intenso é o mínimo que se pode esperar aqui. Duelo entre Gerrard e Lampard, dois dos maiores meias da história da Inglaterra, ambos no auge. Parada dura na casa dos Reds.

Manchester United-Real Madrid, 2003

Foto: Guardian

Por falar em jogo intenso, temos mais uma amostra excelente em Manchester United e Real Madrid jogam em Old Trafford também por uma vaga nas semifinais, só que da edição de 2003, para pegar a Juventus. Dois esquadrões com técnicos históricos como Sir Alex Ferguson e Vicente Del Bosque. É a hora de ver Zidane x Beckham, Ronaldo x Van Nistelrooy, Figo x Scholes. O Real tem leve favoritismo após ter vencido o primeiro combate, em Madrid, por 3 -1. Quem avança?

Real Madrid-Juventus, 1998

Foto: Goal.com
Foto: Goal.com

Final da Liga dos Campeões em Amsterdã, entre Real x Juventus. Os italianos chegam pela terceira vez consecutiva em uma decisão europeia. Venceram em 1996, contra o Ajax, perderam em 1997, para o Dortmund. Agora tentarão a redenção diante do perigoso time madridista de Jupp Heynckes, com nomes como Redondo, Hierro, Raúl, Morientes, e claro, o atacante iugoslavo Mijatovic. Conseguirá Marcelo Lippi o tri europeu para a Velha Senhora? Ou o Real Madrid leva a sétima taça para o Santiago Bernabéu?

Juventus-Manchester United 1999

Foto: Eurosport

A semifinal da Liga dos Campeões de 1998–99 pega fogo. Em Old Trafford, empate em 1–1, suado, com atuações incríveis de Zidane e Giggs. Para a volta em Turim, os italianos sentem que podem bater o adversário e chegar a mais uma final, que pode ser a quarta consecutiva. As derrotas nos anos anteriores para Dortmund e Real Madrid influenciarão Marcello Lippi e seus comandados no Delle Alpi?

Deportivo-Paris Saint-Germain, 2001

Foto: Uefa

O Grupo B da Champions de 2000–01 é um verdadeiro grupo da morte. Com o Deportivo La Coruña, então campeão espanhol, tendo de enfrentar Milan, Paris Saint-Germain e Galatasaray, que chega como vencedor da Copa Uefa, a chave teve contornos dramáticos no fim. Quando começa a quinta rodada, o Milan disputa com o Dépor a segunda posição, já que o Galatasaray disparou na frente com 10. Os galegos recebem o PSG, que mesmo eliminado, promete dar trabalho. O Riazor vai tremer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *