Marvellous: a história única de Neil Baldwin com o Stoke City

Ser torcedor do Stoke City não é das coisas mais fáceis da vida. Mas para Neil Baldwin, uma pessoa especial e carismática, a missão não foi nem um pouco dolorosa. Em Marvellous, de 2014, baseado na vida de Neil, o lado mais humano e caridoso do futebol vem à tona. Você conhece algum palhaço que tenha sido roupeiro de um clube? Pois bem, há apenas um homem que fez isso e ele se chama Neil Baldwin.

Neil Baldwin filme

Lançado apenas para a TV inglesa pela BBC Two, Marvellous conta a história de Neil, vivido por Toby Jones, na sua busca por um trabalho, depois de deixar o circo. Morava com a sua mãe em Westlands, e era conhecido como ‘Nello’, por seu papel como palhaço. Neil tinha um problema de aprendizado que lhe impedia de estudar e fazia com que o seu caráter fosse quase sempre sereno, inocente e despreocupado. Quase sempre estava feliz, porque no seu mundo, a tristeza não tinha lugar.

A história começa a ficar interessante quando ele se dedica a passar tempo na Universidade de Keele. A sua ocupação por lá, em mais de 50 anos, foi de receber novos estudantes e conversar com eles sobre a vida, mesmo que ele não tivesse muitas palavras para tal. Torcedor do Stoke, Nello não consegue comparecer aos jogos com regularidade, mas isso não o impediu de ter ídolos ou de apreciar o futebol que sempre lhe pareceu ‘muito bom’.

Tudo na vida de Neil era ‘maravilhoso’. Tinha muitos amigos, inclusive o Arcebispo de Canterbury e Gary Lineker. Bastava um simples olá de uma pessoa para que ele a considerasse uma grande amiga. Repetia isso várias vezes sobre qualquer conhecido. Sua limitação intelectual por muito tempo trouxe problemas à sua mãe, Mary Baldwin, que cuidou dele até morrer, enquanto o filho tinha sérias dificuldades para arrumar um emprego fixo, apenas para dar mais atenção aos passarinhos que levava para casa.

O jeito pacato e apaixonado pelo Stoke conquistou o então novo técnico dos Potters, Lou Macari, em 1991. Macari chegou ao clube para ser apresentado e recebeu o carinho de alguns fãs na porta da sede. Neil foi o mais efusivo, esperando até anoitecer para poder falar com o técnico a sós. Não tinha nenhum pedido em especial, mas acabou sendo contratado para ser roupeiro da equipe. Como tinha experiências como palhaço, Macari achou que seria interessante trazê-lo para animar o time nos vestiários.

Macari e Baldwin
Lou Macari e Neil, em evento de lançamento do filme, em 2014

Macari diz que Nello foi a sua maior contratação. O papel de motivar os jogadores do Stoke foi a maneira de unir o útil à vontade de Neil, que sempre quis trabalhar no clube, muito embora como treinador. Se era difícil ser levado a sério pela própria mãe, o emprego surpreendente de roupeiro fez com que Dona Mary se visse encantada pela determinação do filho em perseguir os seus sonhos.

Marvellous não é só um filme sobre uma pessoa quase normal. É uma lição de vida e também de motivação para quem assiste. Outra parte interessante é quando os verdadeiros personagens se encontram com os atores entre as cenas. O próprio Neil conversa com o seu intérprete em várias ocasiões, o que dá um clima de documentário ao filme.

Marvellous

Entre as presenças famosas estão Gary Lineker, Robbie Savage e Lou Macari. O sonho maior de Neil era ser presidente do Neil Baldwin Football Club, que tinha como presidente imaginário o também ex-jogador Kevin Keegan. Com a ajuda da Universidade de Keele, Nello consegue fazer uma tenda numa feira de exposições para conseguir contratar jogadores jovens para o seu time.

Cercado de emoções e de lições banais, as quais não nos cansamos de aprender, Marvellous prova que podemos ser quem queremos. Basta só empenho e foco neste objetivo. Mesmo para Nello, ser roupeiro do Stoke representou uma passagem gloriosa. Gloriosa por ter sido tão importante quanto os próprios jogadores do seu time de coração. One Neil Baldwin, There’s only one Neil Baldwin! One Neil Baldwin! There’s only one Neil Baldwin!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *