O dia em que José Mourinho falou comigo (e errou meu twitter)

Bem, como vocês devem saber, me mudei para o Yahoo nesta semana, justamente a que o portal reservou para organizar uma espécie de coletiva com José Mourinho. Não é segredo que sou fã do portuga desde os tempos de Porto, por suas estratégias, coletivas ácidas e jogos mentais praticados contra adversários. Pois é, me pediram para ajudar a divulgar o evento com a hashtag #falamourinho e elaborar uma pergunta ao treinador do Chelsea.

Passei alguns minutos matutando o que diabos poderia perguntar para Mou, que já salvou a minha pele de jornalista ao fornecer pautas que falavam sobre seu jeitão polêmico, provocador e convencido. Sabia que não poderia tirar sarro com a cara dele, até porque sou novo no serviço e não estou aqui pra fazer piadinhas com a cara de ninguém, sobretudo com a de Zé.

Sabendo disso, cavei alguma pergunta que ele poderia responder de forma sincera e ainda desse espaço para que destilasse seu veneno, mesmo que de forma discreta. Mou estaria nesta sexta-feira, de Londres, sendo sabatinado por vários internautas, mas as questões eram selecionadas de forma prévia aqui pelo pessoal das redes sociais, filtrando, evidentemente, as gracinhas feitas por usuários.

Questionar Mourinho sobre qualquer coisa relacionada a Real Madrid poderia gerar uma reação mal humorada, e é claro que eu não queria ser o cara que ia tomar uma invertida do treinador, pro Brasil inteiro ver. Então concluí que uma perguntinha meia-boca não ia matar ninguém. Resolvi perguntar como seria motivar um time a vencer o Bayern, certamente a força mais temida nos últimos dois anos, depois do Barcelona.

No dia seguinte, o meu tweet foi selecionado, retweetado pelo Yahoo e repassado a Mourinho, que respondeu cordialmente durante a coletiva, usando a conta do Yahoo. A “Mourinhada” ficou por conta do tom esnobe que o português usou para citar que sim, já venceu os bávaros em 2005 e na final de 2010 pela Liga dos Campeões. Ainda lembrou as derrotas nos pênaltis por Real Madrid e Chelsea. Só que teve um pequeno problema…

O Zé errou meu twitter, citando um Portesic qualquer. Fico imaginando se ele quis cortar meu username pra caber a resposta ou se esqueceu mesmo umas letras no processo. Não que eu planejasse emoldurar o printscreen na mesa do trabalho ou na parede do quarto, mas fica o registro de que Mou de fato falou comigo, ainda que desse jeito torto aí que vocês viram acima.

Resta só o riso, porque eu fui o único usuário a ter sua conta equivocadamente citada na coletiva. Em todo caso, obrigado pela atenção, Mourinho. Pelo menos você não me deu uma patada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *