Hitzlsperger, mais um homem de coragem

Requer coragem tentar nadar contra a correnteza que é a homofobia. Requer coragem demais tentar nadar contra a intolerância de muitos jogadores que nunca aceitariam ter um colega gay dividindo o vestiário. Por essas e outras que Thomas Hitzlsperger é digno de citação. E que ajude a entender que opção sexual não precisa ser anunciada, e sim respeitada.

Pois é, já estamos em 2014, e até agora a humanidade ainda não entendeu que cada um faz o que bem entende da vida. É sempre um tema delicado falar sobre homossexualidade numa sociedade tão conservadora como a nossa. O que dizer de um jogador que tenta romper essa barreira do preconceito e assume sua preferência? Se ainda aplaudimos essa atitude pela coragem, deveríamos também repensar todo o contexto.

Se cada vez mais ídolos se declararem homossexuais, a luta contra esse preconceito estúpido vai chegando perto de um desfecho satisfatório.

Abaixo, uma coletânea de gols de Hitzlsperger, que começou no Aston Villa, passou pelo Stuttgart, Lazio, West Ham, Wolfsburg e Everton antes de se aposentar em 2012:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *