Há 20 anos, Kostadinov era o carrasco dos franceses

Se você pensa que a vida da França nas últimas Eliminatórias para a Copa tem sido difícil, deveria lembrar de 1993, quando Les Bleus ficaram de fora do Mundial dos EUA com um gol aos 44 do segundo tempo.

No geral, parece ter sido dificílimo para a França se classificar de forma direta para Copas do Mundo nas últimas duas décadas. Em 1998, foi o país-sede, em 2002 defenderia o título e em 2006 venceu o seu grupo ao derrotar Suíça, Israel, Irlanda, Chipre e Ilhas Faroe.

Quem vai esquecer de 2010, quando a França passou pela Irlanda ajudada por um gol irregular de Henry, que ajeitou a bola com a mão? Se quiser chegar no Brasil no ano que vem, a seleção de Benzema, Nasri e Pogba precisa derrotar a Ucrânia em dois jogos dificílimos. Mas que tal olhar para quando Cantona e seus companheiros caíram em desprestígio?

Uma campanha que ainda dá certo arrepio é certamente a que falhou em 1994, quando a Bulgária de Stoichkov derrubou os sonhos da França de se recuperar da ausência de quatro anos antes. Fora da Copa de 90, os franceses ficaram atrás da Iugoslávia e da Escócia na chave 5. A presença nos Estados Unidos era quase questão de vida ou morte para parte da geração que iria ser campeã dentro de casa, anos depois.

5b73c-cantonalamenta1993

Cantona lamenta a eliminação contra a Bulgária
Foto: Imortais do futebol

Foi uma caminhada repleta de sustos. O grupo 6 tinha Suécia, Bulgária, Áustria, Finlândia e Israel, além da França. O técnico Gérard Houllier parecia ter encaminhado tudo para colocar seu país na dianteira da disputa, mas no fim, duas derrotas cruciais causaram um desastre. Estrearam perdendo fora para a Bulgária por 2 a 0 e se recuperaram vencendo as quatro partidas seguintes. Depois do empate com a Suécia e da vitória contra a Finlândia, restavam duas rodadas para o fim, os franceses se enchiam de esperança. Cette fois, nous! Cette fois, nous! (agora vai, em tradução livre).

Como é que poderia dar errado com duas partidas dentro do território francês? Israel e Bulgária chegavam sem muita perspectiva para o duelo. A tragédia veio a cavalo e Israel venceu os azuis por 3 a 2, levando tudo para a última rodada. A Suécia liderava com 14, a França vinha logo atrás com 13 e a Bulgária tentava a sorte com 12. Importante lembrar que nessa época, a vitória ainda valia dois pontos.

A galinha do mau agouro

Nesse clima, o Parc des Princes recebeu uma grande festa para saudar o time que iria se classificar contra os búlgaros. Iria mesmo? Durante o jogo, uma galinha invadiu o campo e driblou vários jogadores que tentaram tirá-la de lá. O animal acabou respeitando o fair play e depois de um minuto caminhou até a lateral.

2082d-kostadinovvblanc

Foto: Last minute winner

Cantona abriu o placar com um chutaço da entrada da área, mal marcado pela defesa búlgara. O empate dos visitantes saiu de um escanteio cobrado por Balakov, que Kostadinov cabeceou e mandou para o fundo das redes.
O camisa 7 da Bulgária tornaria a marcar aos 44 do segundo tempo, após uma jogada de Ginola, que segurou demais a bola na linha de fundo, cruzou errado e armou o contragolpe para Kremenliev. O zagueiro búlgaro então saiu jogando na frente da área e fez a ligação com Houbtchev. Houbtchev achou Penev, que girou no meio-campo e deu um passe longo para dentro da área.

Todos os corações nas arquibancadas pararam naquele momento. Kostadinov recebeu, ganhou na corrida do zagueiro e mandou um balaço igual ao de Cantona, 18 segundos depois do erro de Ginola. Aos 44:59 do segundo tempo, a França estava eliminada. Il est révolu le taureau avec des cordes, (foi-se o boi com as cordas, em outras palavras).

França 1-2 Bulgária
Eliminatórias da Copa de 1994
17 de novembro de 1993, Parc des Princes – Paris

França: Lama, Blanc, Desailly, Roche, Petit, Le Guen, Deschamps, Pedros, Sauzée, Papin e Cantona. Técnico: Gérard Houllier

Bulgária: Mikhailov, Kremenliev, Ivanov, Tzvetanov, Houbtchev, Yankov, Kostadinov, Stoichkov, Penev, Balakov e Letchkov. Técnico: Dmitar Penev

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *