Um sábado de borguices

Eu nem sei direito o que escrever. Aquele sábado foi foda demais. Foi tanta @ amiga junto que o futebol foi coadjuvante. E apesar de o meu time não ter ganhado nada, saí com a certeza de que aquele dia não teve perdedores.

Quando eu dei o meu nome ao time, nem sabia que tinha que ser time com alusão ao glorioso e tão amado interior paulista. Nem sei como escolhi Borgo a Buggiano, o time mais egocêntrico do Brasil. Apenas escolhi. Aí o Portes inventou um GEODUDE no escudo, ficou carisma e assim deixamos. Essa talvez tenha sido a pior alusão a minha cidade, a combalida Pedreira, na história da internet.

Nosso jogo era pra ser o primeiro, o pontapé inicial, a honra da interação com o mestre CACHORRO QUE CACHORRO EU NUM SÔ CACHORRO NÃO OW. Porém na hora do nosso jogo não tinha NENHUM atleta presente, o que nos jogou para o terceiro evento da tarde. E como fomos os terceiros, óbvio que perdemos de três pro time de verde e preto, o Nescau Tel: Xavantes. Jogamos bem, mas tínhamos vários reservas dos reservas, como o WILLIAN WAACK QUASE-HÉTERO e agora parça do Ney, nossa grande celebridade Thiago Arantes do Nascimento, O PELÉ DA COMUNICAÇÃO. Nosso goleiro também era reserva, mas eu infelizmente não lembro o nome dele (desculpa).
(Nota do editor: era Renan Oliveira, Borguinho)

8e673-borgodescalc3a7o

Aí fomos pro intervalo e começou o meu inferno astral. “nossa borgo pq q vc joga descalço seu vileiro de merda coloca um calçado rapaz não machuca o seu pé isso aí?”. Não, não machuca. Não, não coloco um calçado. Cresci jogando descalço no terrão maneiro aqui do bairro (RIP), onde era proibido jogar com proteção nos pés. Aí acostumei e pretendo morrer assim. E tem outra, eu já sou ruim jogando assim. Se coloco vestimentas no pisante, pioro.

Aí eu fiquei com a minha mina linda que plmrdds TE AMO TATI na função de mesário e percebi que a função era das piores pq todos vocês, VOCÊS MESMO AÍ, não davam sossego pra coitada e ficavam “nossa quando que vai vim meu próximo jogo”. Aí foi erro nosso, no caso, como organizadores, por não ter imprimido uma porra de uma tabela de jogos.
(Outra nota do editor: porra, desculpa por incomodar os mesários)

O segundo jogo e PUTAQUEPARIU VENCEMOS CARALHO porém era o pior time do campeonato. Fuém. Três a zero pra nós, com um golaço do Stevie Wonder, que nem ele sabe como fez. Os outros dois eu não sei quem fez. O Portes sabe e coloca aí.
(Mais uma caralha de nota do editor: eu também não sei quem foi)

Eu não ia falar pra não dar audiência pras recalcada, mas durante todo o tempo em que eu desfilava todo o meu talento em campo, uma meia dúzia de cinquenta pessoas ficava proferindo impropérios contra minha sacra e sã personalidade. Óbvio que todo esse ódio desenfreado nada mais era que amor em forma de ódio. Prefiro pensar assim.
(Eita, mais uma nota do editor: te entendo bem, Borguinho)

O terceiro jogo a gente perdeu pro time do Mu por 1-0. Baita jogo, o nosso melhor. Os caras, menos o Lellis, jogavam bem e tal. Infelizmente não deu pra nóis. Mas como o time da Rua Rocha que é uma farsa perdeu três e empatou um, a gente já tava classificado mesmo, então foda-se.

f4d2e-castrochuta

Castro marca um gol contra o CPTM

Aí veio o jogo com o segundo pior time do campeonato, um tal de CPM 22 russo, e empatamos em 1-1 com eles. O time era horrível, mas tava cheio de amigos e o jogo foi divertido pra caramba. Acho que foi o jogo que mais me diverti, inclusive quando encostei no Chiorino e ele desabou no chão feito um Neymar desossado. Óbvio que o árbitro AIRTON SENA VIVES foi persuadido pelo anão e deu falta, que, óbvio, não deu em nada.

Classificamos na gloriosa quarta colocação e, com isso, enfrentamos o time do dono da bagaça nas quartas. E como o campeonato tava comprado, perdemos pro time dele. Nem lembro quanto foi. O Portes sabe e coloca aí.
(Nota do editor: ESSA EU SEI! Foi 3 a 0, fora o baile. E eu nem precisei entrar)

Depois de eliminados, percebi que o futebol era mais divertido pra quem estava do que quem tava jogando. Me juntei a ALA CORINTHIANA e a corneta quase explodiu. Fica um abraço pra cada jogador do time, e são eles Lobo, Perfetto, Bonilha bom da família, Wenceslau, Goleiro reserva que não lembro o nome, Thiago Arantes, Androwikipedia, Felipe Castro e o Leandro, que nem foi, mas é nóis.

Outro abração pros parceiros organizadores, em especial pro Thom e pro Frodo, que se mataram no dia da Copa. E um chupa pros corneta. ATÉ A PROXIMA COPA, GENTE.

4 pensamentos em “Um sábado de borguices”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *