De volta para o futuro

A vida não é filme, você não entendeu/ De todos os seus sonhos não restou nenhum/ Ninguém foi ao seu quarto quando escureceu/ E só você não viu, não era filme algum.

PREVIOUSLY, ON LOST – Depois de seis rodadas vencendo, o Cruzeiro partia em busca da 7ª vitória seguida para assegurar o campeonato com 547 rodadas de antecedência. Grêmio e Botafogo, além de seguir na cola do líder, disputavam a vice-liderança e o direito de continuar sonhando. Na parte de baixo, o São Paulo apelou pro WHO YOU GONNA CALL e trouxe Muricy de volta. O Náutico se fudeu. Vamos aos filmes em cartaz na rodada.

11 HOMENS E UM SEGREDO (Marcelo Oliveira’s Eleven) – Os onze são os jogadores do Cruzeiro, que tem RICARDO GOULART no ataque e vai copar esse campeonato. O segredo é WHAT THE FUCK ESSE TIME. Venceram o Atlético Paulobaiernense pelo placar mínimo e só vão. Sessão dupla: CAVALO (paranaense) DE GUERRA.

ARRASTE-ME PARA O INFERNO (Drag Lusa to Hell) – SINOPSE: Filha de portugueses é amaldiçoada por uma arbitragem malvada. Consegue uma vitória contra um compratriota, mas depois tem uma recaída. No final, se fode. Dessa vez, a Lusa saiu na frente – fora de casa –, mas sofreu a virada do Flunimed (2-1). Sessão dupla: A LENDA DO POJETU SEM CABEÇA.

O CAVALEIRO DAS TREVAS RESSURGE (The Dark Muricy Rises) – Muricyball (é assim que dizem?) parece que voltou com tudo. Meteu o burro bandido na reserva e já são duas vitórias seguidas do São-que-pena-que-não-vai-cair-Paulo. No domingo, a vítima foi o Vasco (0-2), que entrou na ZONA. ENVEJOZAS dirão que até demorou. Sessão dupla: O NAVIO (caravela, no caso) FANTASMA (de la B).

HOWARD, O PATO (Alexandre, The Duck) – O Timão vinha embalado pela derrota contra o BotafNÃO PERA. Enfim, não era o dia do atacante do Corinthians (pelo que vi no Fantástico). Mas tudo bem, um dia é da caça, outro do caçador (Pato, caça, etc, ahn, ahn, ahn?!). Agora vem a piadinha com o Walter comendo pato assado, ainda que ele não tenha feito gol e só pra não fugir do estereótipo e do preconceito. Vitória do Goiás, fora de casa (1-2), e o esmeraldino já aparece no retrovisor do G4 (apenas uma frase de efeito). Sessão dupla: LANTERNA VERDE (ns, apenas pra citar outro herói).

UMA PONTE LONGE DEMAIS (Black Bridge Too Far from The A Series) – Também conhecido como o JOGO ESQUECIDO DA RODADA™, apesar do empate em gols (1-1). Questão de escolha. Sessão dupla: DON JUAN DE MANO (Menezes).

O TIGRE E O DRAGÃO (Carbon Tiger, Crazy Colorado) – Tá melhor pro Inter jogar fora de casa (na casa do adversário) que fora de casa (mas em NH). Não sei muito bem como foi esse jogo, mas o tal do Otávio fez um gol de CARRINHO, o que, mesmo pra um colorado (xóga ponito™), é sempre digno (0-1). AGORA VAI HEIN?! O Criciúma segue sendo o campeão moral do torneio. Sessão dupla: NA ESTRADA.

CIDADE BAIXA (The Rise and The Decadence of Baêa) – Esse jogo tinha tudo pra ser o JEDR™, mas não dá muito pra ignorar uma partida em que um time abre 0-2, fora de casa, e sofre o empate. No confronto das OUTRORA sensações do campeonato, Alex fez um golaço de bicicleta (um Caloi aro 14, vá lá), e tudo terminou 2-2. Sete (posição do Coxa) vezes 2 (os gols que cada time fez) igual a 14 (posição do Bahia) (NS). Sessão dupla: O CURIOSO CASO DE ALEX BUTTON.

PREMONIÇÃO (Final Destination: B Series) – O QUE DIZER DESTE NÁUTICO QUE JÁ CAIU E EU NEM CONSIDERO TANTO?????!!!!! Por um lado, acho muito lamentável, pois são 6 pontos que o Grêmio deixa de conquistar no COPADOMUNDÃO 2014. Por outro, quero mais que esses pinta se afundem. Mas tergiverso. O fato é que o jogo do Timbu também teve roteiro de filme B (ah, a ironia) de terror: o personagem vai, acha que tá tudo bem e depois PLUFT, morre. Do outro lado era o Vitória, não que isso importe (2-1). Sessão dupla: O TIME INVISÍVEL (demorei pra achar a posição do Vitória na tabela).

DE VOLTA PARA O PRESENTE (Remember 1995) – Nesse filme, se não me engano, a história começa em preto e branco e depois vai ficando colorida. Que seja. A questão é que Santos e Botafogo fizeram um embate todo em duas coras (“nossa, que original”), mas quem COLORIU a vida foi o Fogão. Venceu de novo (1-2), abriu vantagem no G4 e é o único que segue na cola do Cruzeiro (por enquanto). Ah, naquele filme ali tem a Alicia S2ilverstone. Sessão dupla:PLEASANTVILLE – A VIDA EM PRETO E BRANCO (nota: na verdade, esse é o filme que joga com a cor e o preto e branco. Mas como o outro tinha a Alicia, resolvi deixar. Aquele é sobre um cara que viaja no tempo, etc. Mas tem tudo a ver, né?!).

SEXTA-FEIRA 13 (Sunday 15th) – Já faz um tempo que o IMORTAL STYLE™ do Grêmio tá mais pra JASON que pra HIGHLANDER, mas tamo aí n’atividade. Pois no domingo, 15 de setembro, ouviram, nos arredores da Arena, alguém emulando PAMELA VORHEES e dizendo algo como “His name was Grêmio, and today is his birthday”. Vargas gastou todos os gols na seleção chilena e, num contra-ataque, quem deu de assassino e matou o jogo foi o Atlético-MG (0-1). Se fosse o Bernard, e não o Fernandinho, talvez uma piada com BONECO ASSASSINO seria apropriada. Sessão dupla: O GALINHO CHICKEN LITTLE.

FADE TO BLACK. Créditos finais.

Troféu AND THE OSCAR GOES TO: Victor, que jogou como nos áureos tempos de Grêmio e fudeu com o tricolor bem no aniversário de 110 anos.

Troféu FRAMBOESA DE OURO: Jogo em data comemorativa é uma bosta. Depois não sabem por que odeio EFEMÉRIDES (efeMERDAS, no caso).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *