Meu pai de óculos

Mommy said “Ah-Ah-Ahhhhh!”/ Daddy said “Ah-Ah-Ahhhhh!”/ And Daddy screamed like a girl/ Like “Oo Oo!”*

Hoje o José, no caso eu, está minimalista nos textos. Feliz dia dos pais, um abraço pro seu Obson.

LOCAL INDEFINIDO – Às vésperas (sábado) do aniversário (hoje), o Botafogo botafogueou e ficou no empate com o Goiás (1-1). Sem piadinhas aqui hoje.

PERNAMBUCO – No JOGO ESQUECIDO DA RODADA™, Náutico e Atlético-KG ficaram no oxo.

PACAEMBU – BOLA NA REDE E PAgol do Corinthians (2-0), que entrou no G4 e se encaminha pra ser o campeão brasileiro de 2013. O Vitória deu uma parada e já tá atrás do Grêmio na classificação. Nem o Maxi é mais o artilheiro do campeonato. Aliás, faz umas 30 rodadas que o Pato faz gol e ainda não é o artilheiro. Estranho.

ARENA PÃO DE QUEIJO – Cruzeiro e Santos fizeram um jogo até corrido, mas que foi uma bosta (0-0). Destaque pro… pra… hmmm… o Cruzeiro tem um jogador chamado Lucca, ele mora no segundo andar (QUEM LEMBRA??????). Ah sim, o Santos também jogou com NOMES DIFERENTES na camisa, mas eram de torcedores aleatórios e não dos pais dos jogadores, como fez o Corinthians (acho).
Nota do editor: Suzanne Vega diz que está tudo bem após ser desenterrada da cova dos esquecidos.

HORTO (NS) PEREIRA – O terceiro uniforme do Coritiba, inspirado nas origens escocesas do time (ns), não deu muita sorte e SE FOI O BOI COM AS CORDA no jogo contra o Vasco (0-1). Menos mal que ganharam bastante antes, então vai levar ainda umas três rodadas pro time sair do G4, e mais umas oito pra disputar o 14º lugar.

CANINDÉ – Rogéhehehehehehehehehehehrio Ceni perdeu um pênalti e Ahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahaloísio meteu a mão na bola quando ela já ia entrar, e o São Paulo perdeu pra Lusa (2-1). Que jogo RISOS.

MARACANÃ – Mais uma EFEMÉRIDE no maior estádio do Brasil. Dessa vez, foi HERNANE quem ESCREVEU SEU NOME com uma LETRA BONITA, e isso é tudo o que eu consigo falar sobre um dos dois gols dele na vitória do FLAMANO sobre o FLUJETU (2-3). Bem feito pro Luxerlei.

SALVADOR – Uma fenda espaço-temporal se abriu na NOVA FONTE NOVA e a PUCHERO ATÔMICO venceu o ACARAJÉ MECÂNICO por improváveis 3-0. Vocês viram os gols, né?! Auto-explicativo.

NOVO HAMBURGO – Dessa vez teve jogo, colorado estreando casa nova, pintura nova, arquibancada nova, etc. Tudo novo. Só o futebolzinho JESUS CRISTO – levanta morto – (que meu pai vivia me falando) que resolveu aparecer DE NOVO. A diferença é que o Atlético Paranaense AINDA não tá tão morto assim. Pra sorte dos amigos vermelhos do estádio BEIRA-FAIXA (dá licença, Chico), acharam um gol lá no finalzinho e ficou tudo no 2-2. O rubro-negro do Paraná parece que saiu reclamando da anulação de um gol no fim, mas ¯_(ツ)_/¯. Imagina no Morumbi?!

CAMPINAS – A Ponte Preta comemorou os 113 anos sem título de expressão com uma vitória sobre o campeão brasileiro moral, o Cricúma (3-1). William Batoré marcou e é o artilheiro do campeonato (isso mesmo).

Nem foi tão minimalista assim, na real. Vou tentar fazer um texto mais diferentão semana que vem.

Troféu TOMEI UM CHUTE NA CARA MAS FIZ O GOL: Pro meu pai, que não curte muito MULTIDÃO mas uma vez até num treino me levou.

Troféu BOTEI A MÃO NA BOLA QUE IA ENTRAR: Ele queria que eu fosse colorado. Infelizmente (pra ele) não deu, mas sou fã do Taffarel (NS).

* http://www.youtube.com/watch?v=OOVeDwFLd1Q

Um pensamento em “Meu pai de óculos”

  1. José , grande abraço , obrigado pela lembrança .
    E tambem sou fã de carteirinha do Taffarel , o alemão catava muuuuuuuuito .
    e as camisas verde e branca, e a tricolor azul, preta e branca continuan sendo as mais lindas do planeta …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *