Pela estrada afora*

Você não sabe o quanto eu caminhei/ Pra chegar até aqui/ Percorri milhas e milhas/ Antes de dormir. Eu nem cochilei. Os mais belos montes/ Escalei/ Nas noites escuras/ De frio chorei/ ei / ei

O campeonato brasileiro segue VAGANDO rumo ao desconhecido após o fim da pausa para a (quero ver na) COPA DAS CONFEDERAÇÕES, torneio no qual o Brasil-sil sobrou e botou a Espanha a cantar de galo lá com as nega dela. Pois bem, o PEREGRINÃO 2013 andou pelas estradas da vida conforme vocês verão no resumo geográfico a seguir:

BRASÍLIA – No futuro INUTILZÃO GARRINCHA, mais de 50 mil foram ver o Flamengo do Marcelo MONERO fazer 2-0 no Coxa do Alex, mas deixar os paranaenses empatarem. Nosso querido __o__ ainda perdeu um pênalti /o. Foi o primeiro jogo do CELSO ROTH COM GRIFE™ como treinador rubro-negro.

CURITIBA – Renato PORTALUPPI (Gaúcho, pros brazileiros) voltou à casamata do Grêmio no jogo contra o Atlético PEREGRINENSE, realizado na vila mais charmosa do Brasil (Capanema). O lateral Pedro BOTELHO o rubro-negro paranaense em vantagem (sacaram?!), mas BARCOS se fez ESQUADRA, empatou e ficou tudo no 1-1. Inclusive o jogo melhorou muito depois que acabou.

Nota do editor: #ai #josé

SÃO PAULO (1) – No Canindé, teve o JOGO ESQUECIDO DA RODADA™. Vi na internet que foi 1-1 também, Portuguesa e Cruzeiro.

PERNAMBUCO (1) – Como tem essa coisa da ARENA TUDO IGUAL FIFA™ PERNAMBUCO não ser exatamente em Recife, achei melhor não usar a cidade. Não fosse por isso, e pelo fato do Náutico ser mais um clube ANDARILHO, a derrota de 1-3 para a Ponte Preta de WILLIAM BATORÉ teria sido outro JEdR™.

SÃO PAULO (2) – Na verdade, foi SANTOS 2, São Paulo 0 (risos). Rogério Ceni não apareceu pra partida, pois já está no Pacaembu esperando o jogo de volta da Recopa.

EL, quer dizer, SALVADOR – O Corinthians foi no Tororó beber água e não achou, achou Pato na área e um gol ele marcou. Aproveita minha gente que um golzinho não é nada, o Pato fez mais um, o Bahia ficou numa enrascada.

GOIÂNIA –O XIS BACON ESMERALDINO (gol de Walter) superou o ACARAJÉ RUBRO-NEGRO (Vitória) pelo placar mínimo. Mas o bacon sempre dá de goleada (ns).

CAXIAS DO SUL – Destaque para a volta dele, o NEVOEIRO, que embaralhou as vistas dos marinheiros da barca do Vasco da Gama. Os NÔMADES VERMELHOS do Internacional ainda contaram com a ajuda do seu MUI LEAL E VALOROSO ex-lateral direito e atual CAPITÃO vascaíno (SÉRIO!) pra assombrar o pessoal da cruz-de-malta (5-3). Quem PULOU DA BARCA foi o GOGÓ DE OURO Autuori.

BELZONTE – Parece que o Horto tava meio morto. Dizem que era por causa do ingresso caro, frio, chuva e saudades (da Libertadores). O importante mesmo é no meio da semana, mas vitória (3-2) com time misto é sempre boa pra dar moral (mesmo tomando gol do Wellington Paulista). O CARBONERO CATARINA entrou na ZONA como punição por ter deixado ROSINEI (aquele) marcar.

PERNAMBUCO (2) – Botafogo e Fluminense foram jogar lá SABE-SE-DEUS por que. Resultado: nem 10 mil viram o embate dos (dizem) ticudos. Seedorf venceu Cavalieri.

Nota do editor: você está sabendo demais dessas minúcias, José

Tchau.

Troféu CAMINANTE, NO HAY CAMINO/ SE HACE CAMINO AL ANDAR: as camisas de Grêmio – nunca tinha visto camisa BRANCA LISTRADA – e Corinthians – que tom de azul, senhores (hétero).

Troféu PELA ESTRADA A FORA*: CADÊ CAROLINA???????

*É assim mesmo. Duvidam? http://www.youtube.com/watch?v=Kt5AdZH1nNI

1 pensamento em “Pela estrada afora*”

  1. As camisas de Palmeiras e Gremio são disparadas as mais belas do planeta em rigoroso empate tecnico .
    As do segundo fardamento , coincidentemente brancas ficam com o vice , usaria qualquer uma delas com muito orgulho .
    Usaria eu disse ??? conjuguei no tempo errado …

    Obson

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *