Eles são apaixonados por seus clubes. E você provavelmente não sabia disso

Artistas famosos revelam admiração e amor pelos seus clubes; conheça e relembre alguns exemplos como Antonio Banderas, presença frequente em La Rosaleda, casa do Málaga. Lembramos até Mano Brown e Lana del Rey.

Antonio Banderas

32f75-juliobaptistaeantoniobanderas
Foto: Extra

O sortudo par de Angelina Jolie em Pecado Original é um apaixonado por futebol. O ator Antonio Banderas jogou nas divisões de base do Málaga até os 14 anos, quando quebrou o pé esquerdo e foi obrigado a largar o sonho de virar jogador. Foi, então, ser bem sucedido no cinema, onde protagonizou dois filmes de Pedro Almodóvar e ainda dividiu cena com a já citada Jolie em cenas que quase ultrapassam o limite do softcore. Só a partir de 2008, quando a Espanha levou a sua primeira Eurocopa, é que o ator começou a se realizar também no esporte. Ansioso, tem sido visto frequentemente fumando nas arquibancadas de La Rosaleda, onde acompanha de perto a boa fase do seu Málaga.

Mano Brown

0276a-manobrownsantos

Foto: Imagens Santos

Quem tem o cd físico de “Sobrevivendo no Inferno”, disco clássico dos Racionais MC’s, sabe o quanto o mais importante rapper brasileiro se importa com futebol. No encarte do disco, lá na parte dos agradecimentos, gritam aos olhos os nomes de alguns “craques” do Santos da época, como o meia Marcelo Passos e o pródigo e cover de ator pornô, Marcos Assunção. Mas a paixão pelo clube de coração não se resume apenas às dedicatórias: o músico é presença frequente na arquibancada do Vila Belmiro e ainda se encontra com certa regularidade com o presidente do clube, Luís Álvaro (Mano Brown visitou Álvaro recentemente no hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde o cartola se recupera de problemas cardíacos). O gosto pelo futebol ainda gerou uma das amizades mais inusitadas da música: Brown costuma trocar ideia sobre o clube com Supla, outro que desce a serra sempre que pode para ver Neymar em campo.

Elton John

Elton John é tão apaixonado pelo Watford que não comprou parte do clube, virou sócio majoritário. Isso aconteceu em meados dos anos 70, quando o clube ainda estava na quarta divisão. Numa arrancada à la Atlético-GO, os Hornets chegaram à primeira divisão em 1983, quando conseguiram um heroico vice-campeonato do Inglesão. Atualmente, Elton John só não vai tanto ao estádio porque é brigado com a atual diretoria, tendo até renunciado ao título de torcedor honorário em forma de protesto.

Lana Del Rey

fb662-lanadelrey

Ela é linda. Mesmo assim, a cantora norte-americana irrita muita gente pela falta de expressão. Para quem vive aparecendo com a mesma cara blasé, convenhamos, o sorriso no Anfield Road durante o clássico entre Liverpool e Tottenham deve significar alguma coisa. Lana disse que pegou gosto pelos jogos do time graças ao namorado James Barrie-O’Neill e hoje não perde uma oportunidade de ver Luis Suárez, seu jogador favorito, atuando. Foi a primeira visita da artista no estádio. Até para incentivá-la a ir mais vezes (a nossa torcida é por você, Del Rey), fica o nome dela registrado na lista.

Roger Waters e David Gilmour

O guitarrista David Gilmour e o baixista e líder do Pink Floyd, Roger Waters, sempre tiveram as suas divergências, mas não quando o assunto era futebol. As duas lendas do rock são dois torcedores ilustres do Arsenal. A paixão de Waters pelo clube foi tão grande que o músico não perdia uma partida dos Gunners no antigo Highbury entre 1968 e 1975, o que teria até atrasado as gravações do impecável The Dark Side of the Moon. O tempo passou, o Pink Floyd acabou, Londres deixou de ser chamada de cidade cinzenta, o Arsenal se mudou para o Emirates Stadium e, aparentemente, Gilmour e Waters evitam se encontrar em algum banheiro preferencial de estádio assinando um bom e caro pay-per-view. Perdemos

Robbie Williams

36506-robbiewilliamsportvale

Foto: One Vale fan

Em todas as partidas festivas que participou, Robbie Williams mostrou alguma intimidade com a bola. Pois o cantor pop leva tão a sério o futebol que chega a comprar parte do clube da sua cidade natal, o Port Vale FC, em 2006. Desde então, o artista passou a ser visto mais vezes no estádio. Mas a fase ruim do ex-galã na música parece ter contaminado os alvinegros: o clube caiu da terceira para a quarta divisão em 2009 e somente neste ano dá sinais que vai subir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *