Destaque

Ajude a TF a crescer ainda mais: entre para o XXV de Amsterdã

A Todo Futebol está às vésperas de completar seis anos de vida. O trabalho duro e as histórias que contamos trouxeram uma boa audiência e consolidaram o nosso espaço. Mas é hora de dar um passo adiante. Para continuar com a rotina, temos de contar com a sua ajuda. O momento é difícil, sabemos, mas a TF precisa de você, amigo leitor.

Continue lendo “Ajude a TF a crescer ainda mais: entre para o XXV de Amsterdã”

Eu fumo sim, e estou correndo. Tem gente que não fuma e está morrendo

Jogadores fumantes são raridade no século XX. Beber, fumar e estar fora do peso não são hábitos aceitáveis no futebol moderno e de alta exigência física. Mas Theo Janssen rompeu com o ideal do jogador atlético e fez sua carreira com características de peladeiro.

Continue lendo “Eu fumo sim, e estou correndo. Tem gente que não fuma e está morrendo”

Bruce Grobbelaar e a dança das pernas de espaguete

Notório fanfarrão, o goleiro Bruce Grobbelaar participou de um dos períodos mais arrasadores do Liverpool no futebol europeu. Sinônimo de alegria e irreverência, o camisa 1 dos Reds fez sua fama com grandes defesas e atuações decisivas, sobretudo na final da Copa dos Campeões em 1984.

Continue lendo “Bruce Grobbelaar e a dança das pernas de espaguete”

A grande virada na carreira de Ally McCoist

Rejeitado por Alex Ferguson antes de se tornar profissional pelo St. Mirren, Ally McCoist deu a volta por cima, adaptou seu jogo e chegou ao posto de maior artilheiro da história do Rangers, com muitos títulos e um papel importante no dérbi da Old Firm.

Continue lendo “A grande virada na carreira de Ally McCoist”

Ninguém pode escapar de Jesus – exceto Reinhard Libuda

Ponta-direita infernizou defensores ao longo de sua carreira. Talento para dribles e gols quase sobrenaturais deram a Reinhard “Stan” Libuda um status de lenda no futebol alemão. Ídolo nos dois rivais do Vale do Ruhr, o atacante manchou sua imagem após um escândalo de manipulação de resultados.

Continue lendo “Ninguém pode escapar de Jesus – exceto Reinhard Libuda”

Jacques, Bernard, Christophe e o maior escândalo do futebol francês

O império do Olympique Marseille começou a cair logo após o título europeu contra o Milan. Após um jogo contra o Valenciennes pelo Campeonato Francês, os marselhenses acharam que escapariam impunes, mas um acerto para vender o resultado da partida trouxe graves consequências para o clube.

Continue lendo “Jacques, Bernard, Christophe e o maior escândalo do futebol francês”

Silenzi, o italiano que foi pioneiro e flopou na Premier League

Antes da era bem sucedida dos italianos no Chelsea, Andrea Silenzi abriu as portas para os jogadores de seu país na Premier League. Contratado pelo Nottingham Forest com muita expectativa, flopou com força e até hoje é lembrado como uma grande decepção na Inglaterra.

Continue lendo “Silenzi, o italiano que foi pioneiro e flopou na Premier League”

Uma Juventus apenas para jogadores italianos

Quarenta anos atrás, a Juventus erguia o troféu da Copa Uefa, o seu primeiro na Europa. Diante do Athletic Bilbao, os juventinos vestiram azul e se tornaram a única equipe inteiramente nacional a ser campeã europeia, um feito que parece impossível no futebol moderno.

Continue lendo “Uma Juventus apenas para jogadores italianos”

Sangue na grama: A lesão que abalou o futebol alemão nos anos 1980

Um carrinho violento dado por Norbert Siegmann em Ewald Lienen trouxe o caos para o futebol alemão. Acusado de incitar a violência em campo, o técnico Otto Rehhagel, do Werder Bremen, virou o ícone de uma polêmica arrastada no início da década de 1980.

Continue lendo “Sangue na grama: A lesão que abalou o futebol alemão nos anos 1980”

Platini e o canto do cisne do grande Saint-Etienne

Michel Platini liderou o Saint-Etienne ao título em 1981, encerrando um período dourado para os alviverdes. A conquista da Ligue 1, por margem estreita em relação ao Nantes, representou o fim de toda a glória do maior campeão nacional da França.

Continue lendo “Platini e o canto do cisne do grande Saint-Etienne”

O primeiro clube campeão da Alemanha quase foi um tcheco

Um clube tcheco se inscreveu para a disputa da primeira liga de futebol na Alemanha, em 1903. A saga durou apenas um jogo, justamente a decisão contra o VfB Leipzig. A goleada na final impediu uma bizarrice histórica por parte do DFC Prag.

Continue lendo “O primeiro clube campeão da Alemanha quase foi um tcheco”